Moda

Você está em: Home, Moda, O sapato certo

Junho de 2013

O sapato certo

Por Elisa Brito

SAPATOS... objeto de desejo de nove em cada dez mulheres no mundo. Os clássicos prevalecem; os modismos vêm e vão; os práticos e confortáveis são inabaláveis e os luxuosos fascinam a cada nova coleção.

Assim como se vestir bem, escolher o modelo certo de calçado é fundamental para deixar a composição do look impecável. A escolha do calçado deve estar de acordo com a ocasião na qual será usado e com o estilo das peças de roupas escolhidas para compor o look. 

A primeira dica importante é que... O calçado deve complementar a roupa, não competir com ela. Se o look for mais chamativo, use um calçado mais discreto; já se o look for mais simples ou monocromático ouse mais no calçado. Agora, confira mais dicas para combinar sapatos, roupas e biótipo de forma correta.

Scarpins.

 

 

Os scarpins são os calçados mais democráticos que há atualmente, pois, se encaixam em looks de vários estilos, atendendo mulheres de todas as idades. Esse modelo de calçado torna o visual elegante tanto para o dia a dia ou para trabalhar; quanto, para uma festa à noite ou uma balada.

Peep toes.

 

É um modelo de calçado para aquelas que querem o meio termo: não querem usar um sapato totalmente fechado, mas também não querem deixar os pés totalmente à mostra como uma sandália. O seu charme é certamente a feminilidade. Como é decotado e sem bico, o peep toe alonga a silhueta e principalmente as pernas, é perfeito para as mais baixinhas. Mas cuidado!!! Eles não devem ser combinados com calças largas e saias longas.

Sapatilhas.

 

Elas nasceram no século 18, mas foi somente na década de 20 que o modelo delicado e sem salto se popularizou e tornou-se ícone fashion nos pés das famosas. Os modelos de bico redondo tendem a achatar a silhueta.

Gladiadoras.

 

Esse modelo de sandália merece atenção especial na hora de compor o look. Mulheres altas e magras podem usar os modelos de cano mais longo. Já aquelas com menor estatura ou mais cheinhas, devem optar por modelos com comprimento só até o tornozelo. E aquelas que têm as “pernitchas” muito grossas devem ficar atentas ou evitar o “modelito”.

Peep Ankle.

 

Os peep ankle parecem uma ankle boot, mas são abertas na frente e/ou atrás. E assim como as gladiadoras devem ser evitados nas pernas grossas.

Sandálias ou sapatos pesados

Calçados com salto mais grosso são indicados para serem usados com calça flare. Já para as mais jovens, eles podem compor um visual no estilo rocker “quebrando” todo o romantismo e feminilidade da produção de forma elegante e ousada.

Sapatos Meia-pata.

 

O salto meia pata pode aparecer em sandálias, peep toes e scarpins. Esse tipo de calçadvo é ideal para ser usado com vestidos, calças e macacões. Só não é muito indicado para ambientes de trabalho.

Mais dicas...

• Sapatos nude ou da cor da roupa alongam a silhueta;
• As mais baixinhas devem preferir modelos decotados, que mostrem bastante o peito do pé;
• Para aquelas que estão acima do peso, o ideal são os saltos médios e grossos, que dão estabilidade. Evite sapatilhas muito abertas para não achatar os pés;
• Aquelas que têm as pernas muito longas e finas devem evitar modelos de bico fino, pois eles dão a impressão de alongar ainda mais as pernas;
• Para aquelas que têm pernas mais curtas que o tronco ou pernas grossas, o salto deve ser grosso e o modelo decotado;
• As donas de tornozelos grossos devem disfarçar a região optando por plataformas ou sapatos mais pesados. Esqueça os modelos com amarração no tornozelo;
• Pés gordinhos não ficam bem em sandálias com tiras muito finas. O ideal é investir em tiras mais grossas;
• Peito do pé alto pode ser disfarçado com modelos que têm tiras saindo do calcanhar em direção ao bico do sapato.

Agora, é só aproveitar as dicas para combinar sapatos e roupas que valorizem ainda mais seu tipo físico. 

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus