Educação

Você está em: Home, Educação, Escola oferece aos alunos uma semana de arte, livros e aprendizado.

Novembro de 2013

Escola oferece aos alunos uma semana de arte, livros e aprendizado.

Em uma sociedade em que a literatura é muitas vezes deixada de lado por crianças e jovens, um projeto na escola estadual Tancredo Neves surge para reverter este quadro e levar o interesse por livros e cultura aos alunos.

Jonathan Mendes Reis, aluno do primeiro ano do ensino médio, ajuda a pintar o muro da escola com o tema da I Semana de Literatura e Cultura.
Jonathan Mendes Reis, aluno do primeiro ano do ensino médio, ajuda a pintar o muro da escola com o tema da I Semana de Literatura e Cultura.

Entre os dias 7 e 11 de outubro deste ano, aconteceu na Escola Estadual Dr. Tancredo de Almeidas Neves, em Passos, a I Semana de Literatura e Cultura. O evento teve como principal objetivo proporcionar aos alunos uma vivência da cultura local, aproximar escritores e artistas do público e despertar nos alunos o interessa pela leitura e pelas artes, dando a eles a possibilidade de descobrir algum talento que possa haver escondido neles.

A programação foi bastante diversificada. Durante a semana, a escola contou com participações ilustres, como as contadoras de história Neusa Penha e Regina Piotto, os escritores José Levindo, Décio Cançado, Benedito José, Sebastião Wenceslau Borges, Hilda Mendonça, Magela Oliveira, Yara Oliveira, José Lemos, Antônio Lemos, José Reis Santos, entre outros. O evento contou ainda com uma sessão de cinema Pipoca e Bala Pipper, concurso de Raias, Pipas e Papagaios, e um festival de interpretação musical, com dança gospel de Nôr Castro.

Palestra de Marco Túlio Costa no lançamento de seu novo livro: “O Escandaloso Teatro das Virtudes”.
Palestra de Marco Túlio Costa no lançamento de seu novo livro: “O Escandaloso Teatro das Virtudes”.

Por muitos, o momento mais esperado foi o lançamento do livro “O Escandaloso Teatro das Virtudes”, do escritor passense Marco Túlio Costa, na noite do terceiro dia da Semana de Literatura e Cultura. Segundo a diretora da escola, Elizete Braz da Silva Lemos, os alunos compareceram em grande número e a maioria adquiriu um exemplar do livro, o que foi uma surpresa. Uma boa iniciativa foi tomada pela escola e pelo escritor nesta oportunidade: no início do ano, a biblioteca da escola fora queimada, e esta ainda não havia conseguido montar uma nova. Foi proposto o seguinte aos alunos: quem doasse um livro usado para a biblioteca, ganharia um desconto na aquisição de O Escandaloso Teatro das Virtudes. Feito isto, a biblioteca da escola foi recuperada. No dia da programação, foi montada uma peça de teatro, dirigida por Chiquinho Negrão, com uma das esquetes do livro. O vídeo da peça foi publicado no Youtube e acabou ganhando destaque, pois foi visto pela editora Saraiva (que publicou o livro de Marco Túlio). Eles entraram em contato com a escola e pediram autorização para veicular o vídeo do teatro em rede nacional, para citar como modelo pedagógico para as demais escolas do Brasil.

Rui e sua oficina de poesias.
Rui e sua oficina de poesias.

Daniela Cristina Chaves, professora de língua portuguesa do ensino fundamental e médio, disse que a I Semana de Literatura e Cultura foi uma oportunidade ímpar para toda a comunidade escolar. “Alunos, professores e funcionários tiveram a oportunidade de conhecer de perto e interagir com artistas locais, dentre eles escritores e artistas plásticos. A semana representou para todos nós, professores, uma forma diferente de ensinar: uma aula em que a cultura, a arte, a cidadania e a motivação foram as disciplinas principais”, completa.

Desde antes de o evento começar, já havia motivação por parte dos alunos, por causa de um concurso feito para a escolha do slogan e logomarca do evento. E os resultados da Semana vieram rápido. A diretora conta que o contato com os escritores despertou nos alunos paixão pela leitura, algo que não é muito comum entre adolescentes e crianças, que geralmente preferem fazer mil outras coisas a ler. Um dos resultados visíveis foi do aluno do primeiro ano do ensino médio, Jonathan Mendes Reis, que

Teatro realizado por alunos do livro “O Escandaloso Teatro das Virtudes”, de Marco Túlio Costa.
Teatro realizado por alunos do livro “O Escandaloso Teatro das Virtudes”, de Marco Túlio Costa.

aprovou a iniciativa do colégio: “A semana foi boa porque me fez compreender muitas coisas sobre a leitura, me fez conhecer vários escritores nacionais, e me fez descobrir um lado meu que eu ainda não conhecia, um lado mais artístico”.

Alguns preconceitos foram quebrados em vários aspectos, não somente na relação com a arte, mas também nas relações interpessoais, com o festival de música, com a competição, e as apresentações de vários estilos, como o funk, MPB, as apresentações de dança gospel e desfile de drag queen. Um melhor rendimento dentro da sala de aula também foi notado, Elizete acredita ser devido à valorização que se dá ao aluno em relação às artes, e isto reflete em melhora dentro das disciplinas tradicionais.

O professor de matemática Marcelo Luiz Dutra afirmou que a feira de literatura e cultura da escola representou um momento de interação entre os aspectos formativos do cidadão, como teatro, poema, cinema, música, pintura, e os conteúdos acadêmicos. “A possibilidade de encontro do leitor com a obra e seu respectivo criador é o cenário ideal para fomentar o senso crítico e a formação de valores essenciais aos educandos. A nossa feira literária foi um sucesso, pois despertou em professores, alunos e funcionários a certeza de que educar vale a pena”, ressalta.

Deucélia Maciel, Marise Pacheco e a I Semana de Literatura e Cultura.
Deucélia Maciel, Marise Pacheco e a I Semana de Literatura e Cultura.

O projeto, a princípio idealizado por Elizete e Marise Aparecida Pacheco, depois abraçado por todos do colégio, teve inspiração em uma feira literária ocorrida em uma escola particular. Outro ponto que elas queriam atingir com a semana é a valorização da escola pública. A diretora diz acreditar na escola pública, acredita no potencial dos alunos dela, e um evento como este só reforça esta ideia.

Juliana Corrêa

Oficina de artes com a contadora de histórias Regina Piotto.

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus