Em Foco

Voc está em: Home, Em Foco, Coordenadora da Unabem/FESP é indicada para 19º Prêmio Claudia

Outubro de 2014

Coordenadora da Unabem/FESP é indicada para 19º Prêmio Claudia

As irmãs fundadoras da Unabem Leila Andrade e Silvia Soares Maia.
As irmãs fundadoras da Unabem Leila Andrade e Silvia Soares Maia.

Observando que a Fesp (Fundação de Ensino Superior de Passos) ficava com salas ociosas durante a tarde, ela organizou juntamente com sua irmã, a professora Silvia Maria Soares Maia, um curso, e elas foram apoiadas pelo conselho diretor. Hoje a comunidade aplaude e reconhece o trabalho desenvolvido dentro da Universidade Aberta para Maturidade (Unabem). É por este trabalho que a professora e consultora da Natura há 15 anos, Leila Maria Suhadolnik de Pádua Andrade, é uma das finalistas do Prêmio Claudia 2014, categoria “Natura Inspiradora”. O prêmio tem por principal objetivo destacar o trabalho transformador de mulheres brasileiras.

Ao todo são 24 finalistas. Leila disputa o título de Consultora Natura Inspiradora com a goiana Celma Oliveira e a baiana Sulemi Coaxi. A 19ª Edição do Prêmio Claudia, representa hoje a maior premiação feminina da América Latina. São muitas histórias contadas através de belos trabalhos e projetos sociais que, ao serem selecionados, receberam apoio técnico e financeiro da Natura. As premiadas serão escolhidas através de voto popular. O resultado e a premiação serão realizados no dia 14 de outubro, em São Paulo (SP).

A Unabem/FESP, programa voltado para a 3ª Idade, foi fundada pelas irmãs Leila Maria Suhadolnik Oliveira de Pádua Andrade e Silvia Maria Oliveira Soares Maia, em 2006. Aos poucos o programa ganhou a gratuidade e se expandiu acolhendo alunos de 54 a 82 anos de idade. Segundo Leila, o objetivo principal da Unabem é oferecer oportunidade para que a pessoa desenvolva todas suas possibilidades de convivência, aprendizagem, lazer e envolvimento com as questões sociais e ambientais, além de oportunizar que façam resgates contínuos de memória, de saberes e sabores, aumentando sua auto estima.

Turma da Unabem de 2013.
Turma da Unabem de 2013.

De acordo com Leila, o maior motivo de iniciar um trabalho com os idosos foi a constatação de que a sociedade brasileira está envelhecendo e que cada vez mais serão necessárias ações para esse público. No início da implantação, conta a coordenadora, houveram muitos desafios. As dificuldades iniciais eram, por exemplo, conseguir professores com perfil para trabalhar com idosos: “É preciso muita paciência, respeito e um jeito especial de dar aulas. O foco não é a matéria em si, e sim a pessoa!”, recorda a coordenadora.

Natura: grande aliada da Unabem

No começo não havia sala de coordenação e nem de secretaria. Hoje, graças à Natura, através do Prêmio “Acolher” que Leila ganhou, foram comprados objetos necessários para trabalhar, como: computadores, armários, mesas, filtro de água, máquina filmadora e de fotografia, impressora, material para ginástica, 100 cadeiras e mesas para eventos e ainda implantação de uma sala de informática com os computadores doados pela Natura. “A Natura, apostando no nosso projeto, foi uma mola propulsora e uma ‘mãe’ para nós. Somos muito gratos!”, reconhece a professora.

A Unabem/FESP hoje é referência na cidade de Passos e contribui para a melhoria da qualidade de vida dos idosos. Tanto é, que médicos e psicólogos indicam a Unabem para seus pacientes. “É uma grande alegria saber que a Unabem favorece a qualidade de vida para as pessoas. Não esperávamos que crescesse tanto após conseguirmos a gratuidade. Com o apoio da Fesp pudemos dar um salto gigantesco de atendimento”, comenta Leila, acrescentando que, desde o início já atenderam mais de 800 pessoas, dentre estas, 231 que continuam no curso e não querem sair e, outras já fazem lista de espera para entrar em 2015.

A docente vê as ações públicas voltadas para os idosos da cidade, inoperantes. Para ela, é preciso compromisso e seriedade para respeitar as leis. “As ações existem no papel, não são cumpridas e precisam ser ampliadas para que os idosos sejam amparados e tenham uma vida segura e saudável. Os idosos também precisam ser protagonistas destas mudanças. Estimulamos isto na Unabem. Já realizamos várias passeatas pedindo que os motoristas respeitem os idosos, pois já tivemos três alunas atropeladas por motos”, revela Leila.

Durante a Caminhada de Conscientização em 2013.
Durante a Caminhada de Conscientização em 2013.

Unabem/FESP: um sonho realizado

As disciplinas aplicadas pela Unabem colaboram para melhorar a qualidade de vida e saúde dos idosos e favorece a vida dos alunos em dois pontos: o conhecimento de doenças e métodos preventivos para valorizar a vida e buscar a saúde e também o relacionamento com outras pessoas da mesma idade que buscam a mesma coisa. “Assim, crescem as amizades e a valorização das relações pessoais que aumentam a qualidade de vida”, explica a coordenadora da Unabem, ressaltando.

“Quando olho para a Unabem vejo um grande sonho realizado. É muito bom e traz uma paz no coração chegar na escola e ver pessoas felizes, integradas, amigas e querendo ser cada vez mais pessoas alegres e de bem com a vida, apesar das limitações da idade. Quando recebemos a notícia da indicação, nós ficamos muito satisfeitas porque é uma forma de valorizar o que está sendo feito aqui. Se todas as instituições educacionais tivessem programas voltados para atendimento de idosos, que estão, a cada ano, em número maior na sociedade brasileira, poderíamos proporcionar um envelhecimento mais saudável para cada vez mais pessoas. Dessa forma, o Prêmio Claudia vem contribuir ainda mais para a continuação do nosso trabalho”, concluiu Leila.

Alunos durante a Semana da Maturidade realizada este ano.

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus