Em Foco

Voc está em: Home, Em Foco, As pessoas permanecem onde elas encontram acolhida.

Dezembro de 2014

As pessoas permanecem onde elas encontram acolhida.

Calmo, objetivo, amoroso, humilde e extremamente atencioso. Esses são alguns adjetivos para descrever o novo pároco da Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, Padre Dirceu Soares Alves, de 38 anos. Nesta entrevista concedida exclusivamente à revista Foco, Padre Dirceu fala sobre sua trajetória na cidade, seus pensamentos, a importância da religião e da fé para os seres humanos e o verdadeiro sentido do Natal.

O novo pároco da Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, Padre Dirceu Soares: “A missa é a maior oração da Igreja, é o momento que Deus refaz nossas forças, nossas esperanças e nos coloca de novo por inteiro diante da vida.”
O novo pároco da Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, Padre Dirceu Soares: “A missa é a maior oração da Igreja, é o momento que Deus refaz nossas forças, nossas esperanças e nos coloca de novo por inteiro diante da vida.”

Padre Dirceu nasceu em Passos mas foi criado em São José da Barra-MG, onde grande parte da sua família ainda reside. Iniciou vocacionalmente os estudos em 1992 no Seminário Diocesano de Guaxupé, onde cursou o 2° Grau e a Faculdade de Filosofia por seis anos. Após esse período, cursou Teologia por quatro anos no Instituto Interdiocesano de Teologia, em Pouso Alegre. 

Ainda como seminarista frequentou a Pastoral em Alfenas, Areado e também em Poços de Caldas. Concluído o curso de Teologia, veio para Passos onde atuou na Igreja de Nossa Senhora da Penha, por dois anos (o 1° ano como diácono e o 2° ano, como padre). Em 2005 assumiu a Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, permanecendo por lá nove anos e meio. Em agosto deste ano, mais um desafio: é o novo pároco da Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos.

“Tenho olhado como desígnio de Deus essa nova missão que iniciei em agosto deste ano. Confesso que foi uma mudança forte, tanto pela paróquia que deixei, como pela nova que assumi. No começo de meus trabalhos aqui na Paróquia Senhor Bom Jesus dos Passos, senti ansiedade e medo do novo. Mas aos poucos fui sentindo a acolhida da comunidade e isso tem me deixado dia a dia mais a vontade”, afirma Padre Dirceu, justificando que o desafio está nesta realidade nova que ele abraçou com esperança de que o reino de Deus continue acontecendo, visto que o outro padre já fazia este trabalho, se referindo ao Padre Luiz Gonzaga. 

MISSA ÀS 12H

Uma das medidas que Padre Dirceu inovou ao iniciar seus trabalhos na igreja senhor Bom Jesus dos Passos e que tem sido muito bem elogiada pela comunidade, é celebrar todas as quartas-feiras, uma missa às 12h. Segundo Padre Dirceu, a inspiração para tal medida, aconteceu durante uma conversa informal com Padre Clóvis, da Igreja de Nossa Senhora da Penha.

“Estávamos nós conversando sobre as Igrejas das grandes cidades que têm esse hábito, principalmente as dos centros comerciais. Observando que durante o intervalo do almoço dos passenses, muitos ficavam dentro da Igreja, quis experimentar para ver se dava certo e acredito que deu, pois temos percebido hoje um fluxo maior de fiéis. Quando iniciei, em meados de agosto, foi com a intenção de contemplar os comerciantes e comerciários, mas aos poucos, mais pessoas foram chegando e hoje temos uma igreja quase que lotada. O bom é que a missa é rápida, das 12h às 12h e 30min, ou seja, é curta como o intervalo do almoço de vários funcionários”, fala Padre Dirceu acrescentando que a missa é a maior oração da Igreja: “É o momento que Deus refaz nossas forças, nossas esperanças e nos coloca de novo por inteiro diante da vida.”

Missa às 12h toda quarta-feira na Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos: inovação que tem dado certo.
Missa às 12h toda quarta-feira na Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos: inovação que tem dado certo.

 

A BUSCA

Padre Dirceu Soares acredita que as pessoas estão hoje procurando mais por Deus. “Nem sempre procuram pelo caminho certo, mas estão procurando. Percebo uma insatisfação geral com o mundo, com a riqueza, com os bens materiais, que na verdade não preenchem a felicidade do ser humano. Por mais que a sociedade seja estimulada a consumir cada vez mais, as pessoas ainda se queixam de um grande vazio na alma. É aí que entra a busca por Deus. As pessoas permanecem onde elas encontram acolhida, a ternura de Deus, onde são chamadas pelo seu nome, aí sim, elas permanecem na igreja, independente da religião. Nós humanos queremos encontrar um Deus que nos abrace forte e faça sua morada!”.

A FÉ DE TODOS

Conforme Padre Dirceu, já existe na condição antropológica do ser humano, a dimensão transcendental. O ser humano por natureza busca um Ser Maior e a dimensão espiritual brota desta transcendência.

“Na questão espiritual, muito mais que procurar por Deus, o homem deixa-se encontrar por Deus, pois quem nos amou primeiro foi Deus Pai! A fé é um dom que Deus dá a todos! Todo mundo tem fé, uns mais, outros menos. E o exercício da fé acontece no dia a dia da nossa vida. Por exemplo: você vai ao restaurante e come a comida oferecida. Você tem que acreditar que houve a higienização necessária ao fazê-la, que a comida não está estragada e que é saborosa. Fé é isso. É você acreditar!”, explica Padre Dirceu, ainda comentando: “É necessário desacelerar o ritmo da vida para prestar atenção em como Deus vem ao nosso encontro em todos os momentos. Aí a pessoa verá melhor a natureza, a obra criada por Deus. A religião tem o papel de tornar as pessoas mais humanas, sensíveis às dores e ao sofrimento dos nossos semelhantes. Religião vem do latim religo-religare, significa religar. Só religamos uma coisa que antes já está ligada. Pela nossa profissão de fé, acreditamos que viemos de Deus. E a religião tem esse papel de religar a Criatura com o Criador”.

MENSAGEM DE NATAL

 

MENSAGEM DE NATAL - TEMPO DE ARRUMAR A CASA

Para finalizar, já que o Natal está próximo, Padre Dirceu explana sobre o verdadeiro sentido da data para nossas vidas. “No Natal tratamos do nascimento do menino Deus. A humanidade deve preparar a manjedoura de seu coração para receber Jesus, nosso Salvador. Penso que a preparação da Igreja Católica é muito sugestiva para todos. Começamos a nos preparar para o Natal através do Advento, que são as quatro semanas que antecedem o Natal. Costumo dizer que o tempo do Advento é o tempo de arrumar a casa da nossa vida. Quando sabemos que uma visita importante vai à nossa casa, procuramos ajeitar as mobílias, tirar o pó dos quartos, enfim, arrumar a casa para que essa pessoa faça morada. Isso é preparar-se para o Natal. É um tempo de reparação dos nossos erros, de nossas falhas. Devemos colocar a casa em dia para que a pessoa goste e queira ficar!”, diz Padre Dirceu.

“O verdadeiro sentido do Natal é acolher o menino Deus que nascerá para dar significado novo às nossas vidas. Natal não pode ser sinônimo de comércio. O comércio se apropriou do Natal para estimular o consumismo, mas não deve ser assim. Acolher o menino Deus é rever valores, rever a forma de como estamos vivendo nossas vidas, se estamos valorizando aquilo que é essencial. Caso contrário, não faz sentido. O Natal deste ano para a Igreja Católica retoma a temática da Campanha da Fraternidade que foi ‘Fraternidade e Tráfico Humano’. Portanto, vamos viver um Natal Libertador!”, conclui Padre Dirceu.

Graciela Nasr

Padre Dirceu

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus