Turismo

Você está em: Home, Turismo, Os encantos de Bariloche. A cidade da neve e do chocolate

Janeiro de 2015

Os encantos de Bariloche. A cidade da neve e do chocolate

Localizada na província de Rio Negro, na Argentina, Bariloche é considerada por muitos como um "pedacinho da Suíça dentro da Argentina". Coberta por montanhas de neve e com uma gastronomia rica, é um roteiro inesquecível para aqueles que têm a oportunidade de conhecê-la.

Bariloche

 

Tarcísio Lopes ficou hospedado no famoso Llao Llao Hotel & Resort Golf Spa, considerado um dos melhores hotéis do mundo, durante os oito dias que permaneceu em Bariloche. Pela revista “Travel + Leisure”, em 2005, ficou classificado entre os 100 melhores hotéis do mundo. Ele destaca que foi uma viagem inesquecível e que aproveitou cada detalhe do Hotel – categoria internacional – declarado desde 1999, Monumento Histórico Municipal.

O diretor de vendas independente, Tarcísio, da empresa de cosméticos Mary Kay, foi agraciado com essa viagem fascinante, como uma forma da empresa presentear os diretores que alcançaram as metas estabelecidas.

“Foi um presente para 892 diretoras e diretores de todo o Brasil, que embarcaram em dois grupos. Tive a oportunidade de conhecer a neve, que era um sonho antigo, e de aproveitar todas as delícias da culinária argentina”, ressalta Tarcísio, que no ano passado já havia ido para Punta del Este, também presenteado pela empresa.

Entre os pontos altos da viagem, Tarcísio conta que aproveitou para se deliciar com os chocolates de Bariloche e comer muito churrasco, com carnes de boi, cordeiro, entre outras, que ao invés de arroz são acompanhadas por batata frita ou purê de batata.

1 - Flores Típicas. 2 - São Bernardo - Cão Tradicional de Bariloche. 3 - Tarcísio Lopes.
1 - Flores Típicas. 2 - São Bernardo - Cão Tradicional de Bariloche. 3 - Tarcísio Lopes.

 

Como se não bastassem tantos momentos especiais, se deliciou também em duas grandiosas festas promovidas pela empresa durante os dias em que o grupo permaneceu em Bariloche, já tendo como inspiração a cultura dos próximos roteiros programados pela empresa para levar sua equipe: um cruzeiro pelo mar mediterrâneo, repleto de drinks e frutos do mar, e uma viagem para Dallas, (EUA), que teve como tema o estilo country, regado ao que há de melhor no churrasco argentino.

No Resort.
No Resort.

Tarcísio também teve a oportunidade de passear de teleférico e de esquiar, além de conhecer os principais pontos turísticos do lugar e as tradições locais. Ele visitou a tradicional e movimentada loja de chocolates Rapa Nui, que vende todos os tipos de chocolates. 

“Bariloche é uma cidade 100% turística e acaba sendo uma cidade romântica. Lá tem muitas casas de famosos e as pessoas são muito educadas. As pessoas têm o hábito de passearem com seus cães São Bernardo, algo bem interessante. Outro detalhe que eu achei interessante é que mesmo com uma gastronomia tão rica, as pessoas são magras, é difícil achar alguém obeso”, relata.

O bar de gelo é outra atração fantástica! Segundo Tarcísio, é uma boate em que cabem apenas 50 pessoas por vez e ninguém pode ficar dentro do local por mais de 20 minutos, para não se congelar. “Tudo é de gelo, o copo, a lareira, mesas e cadeiras. Em outra parte da boate tem opções de comida e lounge para aproveitar melhor a noite. Fiquei fascinado com essa experiência, de poder curtir uma balada a -20 graus!”

Outro ponto que chamou a atenção de Tarcísio foi a forma como o golfe é praticado e valorizado em Bariloche, a ponto de existirem escolinhas para formação de atletas de golfe, a exemplo das escolinhas de futebol que existem no Brasil. “Dentro do hotel tem uma casa de golfe, com piscina aquecida. Tudo muito luxuoso”, destaca.

Festa Temática -VIAGEM AO MEDITERRÂNEO.
Festa Temática -VIAGEM AO MEDITERRÂNEO.

“Bariloche foi uma viagem mais que especial, pelas belezas, pelo clima frio, pelo chocolate que é algo que atrai demais. É um lugar que mesmo próximo do Brasil nos transporta a uma outra realidade. Eu fiquei muito sensibilizado por tudo isso, com a educação do povo argentino, foi realmente inesquecível”, define Tarcísio.

Um pouco mais sobre Bariloche

É muito difícil que um viajante volte frustrado desse tradicional destino turístico do oeste da Argentina. Localizada no setor norte da cobiçada Patagônia, às margens do lago Nahuel Huapi, Bariloche já provou que está preparada para receber visitantes durante todo o ano, sobretudo os brasileiros que, na temporada de inverno, são mais de 50 mil. Não é à toa que o destino é conhecido como ‘Brasiloche’.

No inverno, a paisagem se pinta de branco, os cerros locais se enchem de neve e as baixas temperaturas, que chegam a atingir alguns pontos abaixo de zero, são uma agradável desculpa para a prática de esportes radicais ou apenas para um encontro entre amigos em alguma cafeteria do simpático Centro Cívico.

Llao Llao Hotel.
Llao Llao Hotel.

 

No entanto, a face invernal é apenas uma das versões possíveis dessa cidade multifacetada que, há menos de 100 anos, era uma região isolada e pouco conhecida, entre as cordilheiras dos Andes.

Opções não faltam para os visitantes que desembarcam na região durante os meses mais quentes da primavera e do verão. Trekkings por bosques de “arrayanes”, curiosas árvores que chegam a ter mais de 15 metros de altura e troncos grossos revestidos com uma casca fria de cor acanelada e manchas brancas; tranquilos raftings pelas águas esverdeadas do rio Manso ou até kitesurfing no lago Nahuel Huapi, cujas águas são utilizadas também para congelantes banhos em praias improvisadas sobre terreno formado por pedras.

Chocolates RapaNui.
Chocolates RapaNui.

San Carlos de Bariloche, nome oficial dessa cidade a mais de 1600 km de Buenos Aires, recebeu seus primeiros residentes no final do século 19, um grupo formado por imigrantes alemães e austríacos dispostos a habitar aquele território, até então, distante e com trechos intransitáveis. O decreto de sua fundação só viria em 1902, assinado pelo presidente Julio A. Roca. 

Para repor as energias, o visitante tem à disposição uma gastronomia local que, entre pratos argentinos e outros trazidos da Europa, recebe os comensais com carnes de diferentes cortes e procedências, como as de cervo e coelho; pratos preparados com ingredientes trazidos de águas patagônicas, como trutas e salmões; fondues com sotaque suíço; e uma infinidade de tortas e chocolates. Tudo isso regado a vinhos respeitáveis com preços acessíveis.

Renato Rodrigues Delfraro

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus