Educação

Você está em: Home, Educação, O Brasil tem milhões de alunos e poucos estudantes

Junho de 2016

O Brasil tem milhões de alunos e poucos estudantes

A frase acima é do neuropedagogo e educador Pierluigi Piazzi, que infelizmente nos deixou recentemente. Segundo ele, o aprendizado eficaz é resultado de um ato solitário, onde o educando dedica toda a sua atenção ao assunto que deseja aprender. Para Pierluigi: "Durante a aula o aluno entende, no estudo solitário ele aprende e, no sono, ele fixa para a eternidade".

.

 

 
Prof. Newton Villas Boas
Prof. Newton Villas Bôas

Observem que o aprendizado, segundo o professor Pierluigi, é composto de três estágios. O primeiro requer a atenção do educando na sala de aula, quando ele recebe do professor as explicações a respeito do assunto desenvolvido, quando ele entende o significado “daquelas coisas”. Em casa, durante o estudo “solitário”, ele fixa e desenvolve as conexões do conhecimento relativo ao assunto abordado. À noite, quando descansa e dorme, o seu cérebro ordena o que ele aprendeu, criando novas conexões. O educando perceberá esse conjunto quando for testado, resolvendo questões pertinentes ao assunto durante a resolução de uma prova. Este é o Estudante, os demais são apenas alunos.

 
Nosso país passa hoje por tempos difíceis. Os princípios que balizam a nossa civilização ocidental, como a honestidade, a ética, a compaixão, o respeito pelos seus semelhantes, o trabalho e o esforço como caminho para as conquistas, encontram-se em crise.
 
Os jovens estão perdidos em uma profusão de informações, não sabendo em que acreditar, desacreditando em tudo. Assim, apenas para agradar seus genitores a grande maioria desses jovens se matricula nas escolas, transformando-se em Alunos, mas poucos se transformam em Estudantes. Poucos são aqueles que levam a sério os estudos, querendo atingir um objetivo maior, querendo ocupar uma posição de destaque em sua comunidade. Essa é a diferença. Todos são Alunos, poucos são Estudantes.
 
.

A Educação em nosso país está passando por uma transição, não sabendo ainda para onde ir. O nosso sistema educacional tem como modelo as escolas religiosas que migraram para o novo mundo com os colonizadores, sendo utilizada apenas pelos filhos das elites de então. Esse sistema foi sendo pouco modificado, porém atendia praticamente a mesma clientela. A partir da metade do século XX, a frase “Educação para todos” surgiu e não mais deixou de nortear a nossa Escola. No entanto, pouco se mudou no sistema educacional. Observem que, na inclusão de todos, passamos a encontrar alunos diferentes, com interesses diferentes. Como, então, podemos atender a todos com o nosso sistema engessado com regras que não permitem escolas diferenciadas? Hoje é permitido ter ensino de diferentes gradações na intensidade, escolas mais fracas e escolas mais fortes, até fortíssimas, porém os conteúdos são os mesmos. Isso impossibilita o desenvolvimento de alunos cujos interesses e capacidades são diferentes. As antigas escolas profissionais desapareceram. Hoje os currículos de todas as escolas são muito semelhantes, afinal é assim que as normas do Ministério da Educação exigem. Por que não termos escolas com mais ênfase em Artes, outras em Ciências e outras em Profissionalização, com cursos que coloquem esses alunos no mercado de trabalho rapidamente? 

Essa Escola também deve mudar, afinal, hoje o conhecimento está ao alcance de todos por meio de livros, filmes e a internet. Portanto, a Escola deve ensinar o aluno a pensar, a raciocinar, a aprender a ir atrás do conhecimento. Os conteúdos devem ser reduzidos num primeiro momento e o treinamento do aluno deve ser intensificado. Depois ele irá adquirir os conteúdos de seu interesse. Para tanto, devemos criar uma nova Escola, com professores preparados para os novos tempos. Isso exigirá um grande esforço dos governos na mudança da forma e não simplesmente dos conteúdos. Isso levará alguns anos. Será que os nossos políticos terão essa coragem necessária? 
 
 
Prof. Newton Villas Bôas

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus