Em Foco

Você está em: Home, Em Foco, Crianças de Fé: Evangelização

Setembro de 2016

Crianças de Fé: Evangelização

Grupo de oração cria versão infantil do Terço dos Homens e das Mulheres: o Terço das Crianças que já fez um ano.

Veja o vídeo do Tercinho das Crianças:

 
.

Umas são pequenas, algumas nem nasceram ainda e outras se aproximam do fim da infância, mas todas têm algo em comum: a evangelização na tenra idade. Toda terça-feira, um grupo de crianças se encontra para rezar o terço, a exemplo do que fazem os adultos no Terço dos Homens e Terço das Mulheres. A ideia surgiu num grupo do Whatsapp, o “Família em Oração”, a partir da coroação de Nossa Senhora, e ganhou adeptos que viram a iniciativa como uma oportunidade de ensinar aos filhos os princípios do catolicismo através de uma das tradições mais profundas, que é o terço.

A proposta é evangelizar as crianças, mostrando que um futuro melhor depende de cada uma delas, já que a oração nos transforma em pessoas melhores, em adultos melhores e também famílias melhores. Família que reza unida permanece unida, diz a coordenação do grupo, que atribui à providência divina a ideia do Terço das Crianças. 
 
 
“Realizado toda semana, sempre numa casa diferente, com a participação de 20 a 30 meninos e meninas, pré-adolescentes e adultos, o Terço das Crianças - carinhosamente chamado de “Tercinho” - é frequentado até mesmo por mulheres grávidas que acreditam nos benefícios da oração para seus bebês.”
 
.

 

 

 
.

O terço funciona sob a coordenação de membros do grupo: Maria do Carmo Batista Bueno (Carminha), Thaís Nascimento, Viviane Batista de Deus, Alessandra Arantes dos Santos, Lúcia Batista Pereira, Thiago Belfort Monteiro, Grezielle Carla Torres Silva Belfort, Natália Andrade Lima e Lucilene Simone de Paula Santos.

.

Realizado toda semana, sempre numa casa diferente, com participação de 20 a 30 meninos e meninas, pré-adolescentes e adultos, o Terço das Crianças - carinhosamente chamado de “Tercinho” - é frequentado até mesmo por mulheres grávidas que acreditam nos benefícios da oração para seus bebês. 

O ritual é basicamente o mesmo de um terço comum, parte do Rosário, que é um conjunto de ave-marias e pai-nossos rezados pelas crianças. Estes são separados pelo Credo, o Glória e o Salve Rainha. 
 
 
INÍCIO
 
.

O primeiro terço foi rezado em 18 de agosto de 2015, na casa de uma das coordenadoras, Lúcia Pereira, com a participação dos filhos dos integrantes do grupo. A cada semana, os mistérios são encerrados com frases atuais para estimular a reflexão dos participantes, como por exemplo: “Para que o Senhor aumente a nossa fé e amor pela Eucaristia e que nos dê um coração puro, para que possamos comungar a cada missa.”

O Terço das Crianças expandiu a participação delas nas atividades de suas paróquias, como leitoras, salmistas e até fazendo a coleta das ofertas. Para a coordenação do terço, é o preparo espiritual que poderá contribuir para que os filhos cheguem bem à idade adulta. 
 
“Se os pais se preocupassem mais com a formação espiritual dos filhos do que com a formação acadêmica, muitas coisas seriam evitadas e muitas outras seriam acrescentadas. Infelizmente, os próprios pais cristãos se preocupam mais com o tempo dos seus filhos na Terra do que com a eternidade”, lamentam as coordenadoras.
 
 
ESPIRITUALIDADE
 
Pais de Enzo Cesário Leite, 5 anos, o casal Carla Magna Cesário e Geraldo César Leite recebeu o Tercinho na garagem do prédio onde reside. Eles incentivam a espiritualidade do filho para introduzir nele os princípios cristãos e prepará-lo para o exercício da cidadania quando adulto. “Esse é o legado que a gente deixa para ele. Que ele siga os princípios que a gente passa para ele”, explica o pai. 
 
Carla conta que ela e o marido frequentam os respectivos terço das mulheres e dos homens, que participam das missas e outras atividades da igreja e querem o mesmo para o filho. “A gente espera que ele não ‘caia’ na sociedade e que ele se torne mais protegido espiritualmente”, disse.
 
“Porque gosto de rezar”, diz Yasmin Caroline de Lima Pimenta, 6 anos, quando perguntada sobre o motivo que a leva a frequentar o Terço das Crianças. Órfã de mãe, ela estava acompanhada da tia Natália de Lima, da equipe de coordenadores. “Ela vai toda semana comigo ou com o pai dela”, conta. 
 
 
Manto e troca de experiências
 
.

A exemplo do Terço dos Homens e do Terço das Mulheres, o Terço das Crianças tem, no encerramento, a benção do Manto de Nossa Senhora, que é carregado a várias mãos, suspenso, sobre as cabeças dos fieis. O momento é de muita emoção e de significado simbólico para a fé das pessoas. 

 
Após a benção do manto, as crianças têm um momento de troca de experiências, com histórias de vida de santos, para que as crianças possam conhecer cada um deles. No final elas levam como lembrança desenhos com mensagens para colorir.
 
“Estamos no início de uma caminhada com as crianças, na qual queremos que cresça mais e mais, não somente em oração, mas também em ações sociais.
 
Estamos nos organizando para que esta ação social aconteça o mais breve possível, informa a coordenação.
 
Outro desejo dos coordenadores é ter alguém que toque violão para completar o Terço das Crianças, deixando-o mais dinâmico. Os interessados podem entrar em contato através do e-mail: thais.ge@yahoo.com.br
 
Enio Modesto
 
Todas as fotos:

 

 

 

 

 

Crianças de Fé: Evangelização

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus