Em Foco

Você está em: Home, Em Foco, Juliano Cezar grava DVD em comemoração aos 30 anos de carreira

Outubro de 2016

Juliano Cezar grava DVD em comemoração aos 30 anos de carreira

O cantor Juliano Cezar está comemorando 30 anos de carreira em 2016. Em entrevista exclusiva para a Foco, o cantor passense fez um balanço sobre as conquistas de sua carreira, falou de sua relação com a cidade de Passos e sobre o momento atual da música sertaneja no país. Para celebrar os 30 anos de carreira, o cantor prepara a gravação de um DVD em Ribeirão Preto. A gravação está programada para o dia 19 de outubro, e conta com a participação de nomes consagrados da música sertaneja, como Matogrosso e Mathias, Rio Negro e Solimões, entre outros.

Juliano Cezar

 

 
FOCO: Você está comemorando 30 anos de carreira. Qual o balanço você faz sobre esta trajetória?
 
JULIANO CEZAR: É uma carreira consolidada. Talvez não chegue naquele âmbito que muitos esperam, mas foi plantada com muito esforço, sacrifício e com músicas de muito sucesso. Comecei em Brasília, ganhei o prêmio Sharp em 1.991, que é o maior prêmio da música brasileira, fui indicado ao Grammy Latino em 2001. Sou um artista do estilo cowboy, uso chapéu. Meu público é o do agronegócio, da pecuária, que é o setor que movimenta a economia desse país. Há 22 anos me apresento na festa de Barretos. Hoje em dia, com as redes sociais, a gente se aproxima de um público mais jovem. São novas propostas de sucesso. No meu caso é uma história construída com muito trabalho. Em outubro estou gravando um DVD para comemorar os 30 anos, em Ribeirão Preto, com a participação de vários artistas. Jamais imaginava que fosse fazer 30 anos de carreira. 
 
 
FOCO: A renda deste show será revertida ao Hospital Otto Krakauer. Como você avalia a importância do artista emprestar sua imagem a projetos sociais?
 
JULIANO CEZAR: Eu faço vários eventos beneficentes em várias cidades. Gostaria de fazer mais pelo Hospital do Câncer de Passos, mas talvez não teve a colaboração que deveria ter. Gostaria de ter o apoio de empresários pra isso, a gente poderia fazer num formato de show corporativo. Faço muitos shows em prol do Hospital do Câncer de Ribeirão Preto, de Barretos. Recentemente eu fiz um show para o Hospital do Câncer de Ribeirão Preto, no Ribeirão Shopping, e lotou. Pra mim não custa nada, a comunidade sempre ajuda. Eu sou de Passos, mas eu acho que eu poderia ser mais solicitado aqui. Se eu ajudo outras cidades, poderia ajudar aqui também, é só me pedirem que eu venho. Talvez falte uma ponte, mas, sempre que me pedirem eu estarei à disposição.
 
Juliano Cezar

FOCO: Passos é considerada um celeiro de artistas, e você é um dos artistas locais de maior destaque no cenário nacional. Como você enxerga essa vocação artística da cidade?

JULIANO CEZAR: Eu sempre falo muito de Passos em todos os lugares aonde eu vou. Falo por amor mesmo, pelas amizades que eu tenho aqui. O que não deve se apagar é essa ligação. Já são quase dez anos que eu não faço show aqui, é muito tempo. Em outros estados eu faço shows com uma frequência muito grande, como São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Goiás, e até em outras cidades do Sul de Minas, como Poços de Caldas e Andradas. Eu gosto de incentivar os artistas daqui, vários artistas já gravaram comigo e eu os levei pra mídia. Estou gravando o terceiro DVD da minha carreira. Eu saí daqui, fiz sucesso no país todo, acho que as pessoas deveriam ter esse reconhecimento. Nós poderíamos unir os artistas daqui e fazer um grande evento em prol do Hospital do Câncer. Eu, Selton Mello, Edinho Santa Cruz, Régis Danese, Thalles Roberto e outros. É uma ideia. Também poderíamos fazer algo em prol da nossa cultura, do teatro local, para incentivar os novos artistas, é tudo uma questão de iniciativa. Eu divulgo muito a região, fui o primeiro a divulgar Escarpas do Lago, a levar artistas pra lá. Hoje se tornou um celeiro de artistas, e é considerado o Mar de Minas.
 
 
FOCO: Você atualmente apresenta um programa de TV na Rede Vida, e já apresentou outros. Como você concilia a carreira de cantor com a de apresentador?
 
JULIANO CEZAR: É por gostar mesmo. É importante divulgar a música sertaneja na TV. Eu sempre abri espaço para os novos artistas nos meus programas. Hoje em dia eu tenho levado os artistas mais velhos, que representam a verdadeira música sertaneja de raiz, e acabam, muitas vezes, esquecidos pela mídia. Tem que valorizar o sertanejo de verdade. Hoje o povo quer ganhar dinheiro com os artistas do momento. O que rola hoje não é música sertaneja.
 
Juliano Cezar
Juliano Cezar

 

 
FOCO: Como você avalia o momento atual da música sertaneja no país e a predominância cada vez mais forte do estilo universitário?
 
JULIANO CEZAR: Isso se deve à força das redes sociais. Esse tipo de música não tem uma base, é algo descartável. Está faltando verdade. Não é uma música de qualidade e não vai fazer história.
 
 
FOCO: Em 2014 você teve uma música incluída na trilha sonora da novela “Em Família”, da Rede Globo. O que significou isso para sua carreira?
 
JULIANO CEZAR: É a música “Sonhando com Você”, que é uma releitura do Garth Brooks. Eu acho que ela chegou na novela através do escritório, do Paulinho Bernardino, que é o divulgador. É uma honra ter uma música como tema de novela. As pessoas se identificam, por ser uma canção romântica, e colocaram como tema de uma novela das oito. Muita gente se surpreende com o meu repertório e comenta comigo: poxa, o Zezé di Camargo gravou música sua, o Leonardo gravou. Eles falam que é porque, o Juliano Cezar tem bom gosto para o repertório. Eu nasci com esse dom mesmo. É muito bom ver as pessoas pedirem as nossas músicas nos shows. Já fiz show nos EUA, vi gente de Passos lá. Tenho fãs nos Estados Unidos, na Europa. A dimensão da música é algo impressionante, ela chega em todos os lugares do mundo.
 
 
FOCO: Nos dias de hoje, as mídias sociais têm facilitado a ascensão de novos cantores e promovido o sucesso instantâneo de vários artistas. Como você avalia isso?
 
JULIANO CEZAR: Antes de a música aparecer no rádio ela já está estourada na internet. Quem gosta e se identifica, baixa e visualiza. Eu tenho rede social, mas não sei mexer direito. Tenho instagram, facebook, que é uma ferramenta mais ampla, o youtube que é monstruoso. Na época que eu comecei era só rádio, a gente tinha que levar o discão debaixo do braço. Está mais fácil fazer sucesso, mas a qualidade está baixa, horrível. Não serve como referência pra nada, não serve de exemplo pra ninguém. Tem artistas talentosos, mas as letras deixam a desejar. Talvez reflita a realidade do país e do mundo hoje.
Juliano Cezar

FOCO: Qual a mensagem que você deixa para os seus fãs de Passos?

JULIANO CEZAR: Sou um cara do povo, um cara de Deus. Estou disponível pra hora que os passenses precisarem de mim, ajudar a cidade no que for preciso. Eu gostaria de dar esse retorno pra Passos, por tudo que a cidade já fez por mim. 
 
 
 
 
Renato Rodrigues Delfraro
 
 
 
Veja as fotos do show do Juliano Cezar de comemoração dos seus 30 anos carreira. 
Fotos por Caio Duran.
 
.
Juliano Cezar e a Miss São Paulo Jessica Vilela, que é de Ribeirão Preto.

 

 
 
.
Juliano Cezar e Bruno e Barretto.

 

.
Juliano Cezar e Cesar Menotti e Fabiano.

 

.
Juliano Cezar e Eduardo Costa.

 

.
Juliano Cezar e Rio Negro e Solimões.

 

.
Juliano Cezar.

 

Bruno e Barreto. Foto: Caio Duran.

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus