Mulher

Você está em: Home, Mulher, Mente e Corpo: Uma relação muito delicada

Março de 2017

Mente e Corpo: Uma relação muito delicada

.

 

No oriente sempre se soube que mente e corpo mantém uma relação simbiótica e que nossos pensamentos são “produto e produtor” de alterações químicas, físicas e elétricas em nosso organismo. Nos últimos anos o ocidente, através da teoria da somatopsicossomática, reconheceu que “o estado do corpo influencia os processos mentais e que estes por sua vez, afetam o estado do corpo”.

Complicado, não é? Você deve estar se perguntando “além de ter aquela gastrite crônica que está acabando comigo, ainda sou responsável por ela? Infelizmente é, pois somos capazes e responsáveis pela saúde de nosso organismo. Afinal a doença é a manifestação da maneira errada que nossos pensamentos estão afetando nosso corpo. Nosso organismo tem um sistema complexo de defesa, destinado a servi-lo em situações de perigo, porém por mais sofisticado que este sistema seja, ele não é capaz de discernir entre os perigos reais e imaginários que o homem moderno enfrenta. Assim sendo, em situações de estresse mental estamos enviando, constantemente, mensagens de perigo para o nosso corpo. A longo prazo, o resultado disto pode ser devastador. Os processos químicos de nosso corpo são destinados a nos manter sadios e eles devem ser trabalhados, respeitados, equilibrados e auxiliados em sua tarefa. Nós podemos ajudá-lo removendo o estresse consciente e inconsciente do nosso dia a dia, pois da mesma maneira que somos responsáveis pela doença somos também capazes de aumentar nossas capacidades mentais, emocionais, psíquicas e físicas contribuindo assim para a nossa saúde. Você deve estar se perguntando, como? Basta aprender a contatar os níveis mais íntimos de sua mente e você operará “milagres” em sua vida. E olha que afirmo isto tendo respaldo científico, pois este aparente “milagre” será efetuado pela ação do hipotálamo governado pela projeção mental consciente e pela remoção voluntária do estresse e pensamentos nocivos, ou seja: mente doente/corpo doente, mente sadia/corpo saudável.

.

Para conseguir isto basta melhorar sua qualidade de vida, cuidar da alimentação, praticar esporte, relaxar, meditar e aumentar suas habilidades mentais e físicas. Agindo assim você se tornará mais bem equipado para experimentar integralmente a aventura de encontrar a pessoa que você verdadeiramente é e que estava, momentaneamente, soterrada por camadas de estresse. É simples? Não, exige muita dedicação, disciplina e controle, mas a causa é justa: VOCÊ. E não se esqueça: “tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo”.

 

por Gizele Rabelo
 

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus