Foco Online

Você está em: Home, Foco Online, Comitê de BIOÉTICA é instituído na Santa Casa de ...

Abril de 2017

Comitê de BIOÉTICA é instituído na Santa Casa de Passos

Dr. José Ronaldo Alves:  Diretor Técnico da SCP
Dr. José Ronaldo Alves: Diretor Técnico da SCP

 

A Santa Casa de Misericórdia de Passos instituiu no início deste ano, o seu Comitê de Bioética, que estabelece ações consultivas, orientadoras e educativas alinhadas aos valores institucionais, para possibilitar o diálogo em situações clínicas de pacientes do hospital, principalmente na abordagem à família. O comitê prevê entre outras atribuições, educar a comunidade interna e externa a respeito da dimensão ética do exercício das profissões ligadas à área da saúde, que constantemente se deparam com decisões técnicas e científicas e que precisam de um olhar diferente para as situações que envolvem a vida humana.

Segundo o diretor técnico do hospital, José Ronaldo Alves, serão discutidos casos complexos, de conflito de natureza ética. “A comissão de bioética ajudará a decidir o que fazer, o que é moralmente e legalmente aceito ou correto, justificando as decisões usando uma linguagem de valores e princípios frente aos dilemas éticos” explicou.

O Comitê de Bioética da Santa Casa de Passos é composto por 10 profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, como medicina, enfermagem, direito, serviço social, qualidade, diretorias técnica e administrativa.

Atualmente, a bioética é um campo disciplinar em amplo crescimento no Brasil. O final dos anos 1990 foi um período marcado pela institucionalização da bioética em universidades, inclusive com a implementação de cursos de graduação e pós-graduação sobre o tema. Em 19 de outubro de 2005 foi aprovada a Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos da UNESCO, que em seu artigo 19 prevê a criação de comitês multiprofissionais consultivos nas instituições de saúde.
Respeitando os direitos dos pacientes, a grande missão do comitê de bioética não é julgar, mas sim promover o debate e a reflexão sobre os dilemas diários. “O nosso comitê está bem diversificado e isto é favorável para enriquecer os debates. Os conflitos entre a ética profissional, a vontade do paciente e sua família diante de situações emocionais, são constantes e o que prevalece nesses momentos, são abordagens diferenciadas, inclusive no aspecto religioso” comenta Daniel Porto Soares, diretor administrativo da Santa Casa.
 

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus