Em Foco

Você está em: Home, Em Foco, 1º Festival Nacional de Teatro de Passos

Junho de 2017

1º Festival Nacional de Teatro de Passos

Os bastidores de um evento que já nasceu grandioso.

.

 

 
O mês de junho foi movimentado pela realização do primeiro Festival Nacional de Teatro de Passos. Um evento aguardado com grande expectativa pela comunidade local, em especial, por todas as pessoas que gostam de cultura. Com o festival, a cidade passa a integrar o circuito dos festivais do Brasil. A expectativa é que o evento se fixe no calendário cultural de Passos, promovendo um grande intercâmbio cultural na cidade.

 
.
Maurílio Romão, Idealizador e Coordenador Geral do Festival Nacional de Teatro de Passos.

Desenvolvimento Cultural, a primeira edição do Festival Nacional de Teatro de Passos foi programada para acontecer entre os dias 13 e 18 de junho. Estava previsto receber 22 grupos teatrais, vindos de diversas partes do Brasil, duas exposições, cinco oficinas culturais, três shows musicais e a apresentação de três renomadas companhias teatrais: o tradicional Grupo Galpão de Belo Horizonte, o Micuim Produções de São Paulo e o Grupo Ueba do Rio Grande do Sul. Todas as apresentações foram gratuitas.

Nesta primeira edição, a ADESC contou com o patrocínio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e o Governo de Minas Gerais, entre outros apoiadores. Cerca de 150 pessoas trabalharam de forma voluntária na realização do evento.
De acordo com o idealizador e coordenador geral do projeto, Maurílio Romão, a ideia de realizar o Festival Nacional de Teatro em Passos surgiu há dois anos, e ganhou força em setembro do ano passado, quando começaram as reuniões com as pessoas que abraçaram a ideia e se uniram para colaborar com a realização do evento.

“Muitas mãos teceram este Festival. Muitas mãos, cabeças, pés, olhos, bocas, ouvidos, membros, sonhos... Todos formando um só corpo e dizendo:
Queremos arte!”


 Maurílio Romão afirma que a ideia do festival surgiu da necessidade da cidade ter um evento desse porte, e assim, incluir Passos no circuito dos festivais.

 “Passos é um celeiro de artistas e hoje temos aqui dois teatros, algo que poucas cidades do interior têm. A Trupe Ventania já participou de festivais em mais de 40 cidades. Criou-se uma perspectiva de fazer esse Festival em Passos, e colocá-lo no calendário de eventos do município. Queremos consagrar a ideia do Festival, de levar Cultura onde não tem, de valorizar o teatro de rua, fazer pontes da cidade com o teatro. É preciso sair da “cultura do bar”, e criarmos uma política cultural efetiva na cidade”, pondera o diretor.
 

 
.
Foto: Julio Mello.

A presidente da ADESC, Isabella Vieira, destaca que a realização do Festival só foi possível graças à iniciativa da entidade e à união de várias pessoas que se organizaram para promover o evento, e que mesmo com a parceria da Prefeitura de Passos, através do Departamento de Cultura (SECEL), a ideia é fazer com que o projeto não dependa do poder público para se estabelecer no calendário cultural da cidade. “Nós vamos trabalhar para conseguir recursos da Lei Rouanet, e assim poder ampliar parcerias para que o projeto se estruture cada vez mais nos próximos anos e possa remunerar todos os envolvidos: da produção à cena”, enfatiza.


A abertura oficial do Festival ocorre no dia 13, na Estação Cultura, com a peça “Os Gigantes da Montanha”, do Grupo Galpão. O espetáculo marcaria o retorno do Grupo Galpão à Passos, após 22 anos e também está dentro das comemorações dos 35 anos do Grupo Galpão.

Além da Estação Cultura, o Teatro Rotary, o Palácio da Cultura, a Casa da Cultura, a sede social do Rotary Club de Passos, o salão do Educandário Senhor Bom Jesus dos Passos, o anfiteatro do Colégio Estadual e a feira livre da Avenida JK são alguns dos locais para os quais estavam programadas a maior parte das apresentações e oficinas.

Nesta primeira edição o homenageado foi o professor e ator Silas Figueiredo, falecido em 2002, e que foi um grande incentivador das artes cênicas em Passos.
Um dos pontos altos da primeira edição do Festival é a presença do ator e dramaturgo Gero Camilo, que iria se apresentar com a peça “Aldeotas”, no Teatro Rotary, no dia 14, com produção da Micuim Produções, de São Paulo.

Maurílio Romão explica que os artistas que vieram participar das mostras competitivas ficaram hospedados na Escola Estadual Professora Júlia Kubitschek (Colégio Estadual). Além do alojamento oficial, os alunos do Ifsuldeminas criaram uma rede de hospedagem para abrigar as pessoas que vieram de outras cidades assistirem os espetáculos, pois os hotéis da cidade já estavam lotados.
 

 
.
“OS GIGANTES DA MONTANHA” - Grupo Galpão  /  Direção e concepção: Gabriel Villela  /  Foto: Guto Muniz - www.focoincena.com.br

 

.
“OS GIGANTES DA MONTANHA” - Grupo Galpão  /  Direção e concepção: Gabriel Villela  /  Foto: Guto Muniz - www.focoincena.com.br

 

 
.
“ESTÓRIAS DE PIRATA”  - Trupe Ventania / Direção: Maurílio Romão / Foto: Robbie Zahir

Sobre as mostras competitivas, estavam previstos 22 espetáculos de diversos gêneros, e 11 categorias em disputa. Segundo Maurílio, o projeto deste primeiro festival tem um lado competitivo com 22 espetáculos concorrendo a um prêmio, e um outro de convidados com a apresentação de 3 renomadas Companhias de Teatro. “Festival vem da ideia de festividades temáticas, neste caso, o Teatro. Caracteriza-se por exaltar a ideia principal, congregando muitos nesse rito.”


Outro ponto enfatizado pelo diretor é a necessidade de eventos culturais não serem interrompidos. “Houve uma mudança de mentalidade das pessoas em relação à cultura em Passos, muito em função da falta do que fazer na cidade. Os alunos que estão vindo para Passos por causa da UEMG estão ajudando a impulsionar essa mudança. A reforma do Teatro Rotary, que está sob a manutenção da ADESC há três anos, depois de tantos anos de abandono, também tem sido muito importante nesse processo de mudança”, ressalta Maurílio.

 

.
Isabella Vieira: Presidente da ADESC, Produtora da Trupe Ventania e Cerimonialista.

A ADESC Regional -  Associação de Desenvolvimento Cultural foi criada em 2009, com o objetivo de fomentar e difundir a arte e a cultura de Passos e região, fazendo com que a população usufrua de seus direitos culturais. Desde então, já realizou diversos projetos de difusão e fomento à cultura, como o “Primeiros Passos na Cultura”, sendo também premiada no 6º Prêmio Cena Minas e no Circula Minas, dentre outros. Em 2014, assumiu a gestão do Teatro Rotary, revitalizando-o e sendo responsável por sua manutenção até os dias atuais.

 

 

.
A Trupe Ventania surgiu de um desejo antigo do Diretor Maurílio Romão: formar um grupo teatral sólido na cidade de Passos. Isso aconteceu em 2011, quando Romão retornou a Passos, após sua graduação de Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto. Desde então, a Trupe Ventania realizou diversos trabalhos em toda Minas Gerais e no Sudeste e angariou prêmios renomados  e vem se consolidando como um dos expoentes do teatro de grupo nacional da atualidade.
.
EQUIPE DE ORGANIZAÇÃO


Realização: ADESC Regional
Idealização e Coordenação Geral:

    Maurílio Romão

Coordenação de Produção e Gestão Financeira:
    Isabella Vieira
Coordenação de Jurados:
    Sandra Inez
Designer Gráfico:
    Robbie Zahir

Equipe Alimentação:
    Clélia Monteiro, Gilda Parenti, Sandra Parenti e
    Tânia Joele.

Equipe Alojamento:
    Dalber Rodrigues, Gledson Freitas, Igor Silva e
    Raiane Matos.

Equipe Apoio:
    Caio Vinícus, Carlos Joele, Gilson José Ferreira Junior,
    Jonathas Santos Cacildo, Leandrinha Du Art, Luciana
    Silva, Loureny Cristiny, Mariah Esper, Mary Mota e Rafaella C. Araújo Mimar.

Equipe Assessoria de Imprensa:
    Adriana Dias, Julia Maria Moraes, Nathália Araújo e  Wilson Crivelin Junior.

Equipe Captação de Recursos:
    Isabella Vieira e Rodrigo Maia.

Equipe Cerimônia de Premiação:
    Ana Maria Alves, Beth Andrade, Tatiana De Simone e Vânia Ságio.

Equipe Cobertura Audiovisual:
    Diego De Simoni, Henrique Piotto e Piettro Garibaldi.

Equipe Cobertura Fotográfica:
    Sandro Fidelis, Thiago Ometto, Daniel Rodrigues  e 
    Estagiários (Amanda Faria, Carla Correa, Fernanda  Lima,
    Gustavo Camargo, Paulo Vitor Faloni, Roberto Viana, Thiago Teixeira).
 

Equipe Comunicação:
    Carla Correa, Heliza Faria, Robbie Zahir,
    Sandro Fidelis, Tassio Lopes e
    Estagiários (Diogo Custódio, Hanna Amorim, Luiz Lopes e Vitória Rossi).

Equipe Espaços de Apresentação:
    Adriana Nogueira, Douglas Quintino, Eduardo
    Vilela, Emanuel Arcanjo, Lua Melo, Lucas Eduardo,
    Matheus Piotto, Nelma Silva, Ricardo Leal, Samyra Marques e Vânia Ságio.

Equipe Festa:
    Junior Maia, Luan Melo, Rodrigo Oliveira e
    Thales Di Carmo.

Equipe Oficinas:
    Adriana Nogueira, Junior Maia, Luan Melo,
    Matheus Piotto e Thiago Rodrigues.

Equipe Prefeitura Municipal de Passos:
    Michael Silveira Martins (Secretário de
    Educação, Cultura, Esporte e Lazer),
    Carlos Jorge Ribeiro (Diretor do
    Departamento de Cultura), Dickson
    Castro, Maria Goreti Maciel, Samyra
    Marques, Marcelo de Oliveira, Vilmar Silva,
    Vanda Mezêncio e Wellerson Junior.

Equipe Produção Local:
    Vanessa Duarte e Estagiários (Ana Cristina
    Costa, Beatriz de Paula, Cesar Martins,
    Fatima Cruz, Flavia Zaparoli, Jeniffer
    Oliveira, Laiandra Silva, Maria Alice
    Nascimento, Luiz Fernando Oliveira,
    Luiz Ferreira, Maisa Grilo Vasconcellos,
    Natan Guimarães, Sharommaxxwell
    Galgane, Thales Assis, Fábio Barros,
    Tobias Carvalho).

Equipe Secretaria:
    Graça Santana Garcia, Juliana Mota e
    Viviane di Marco.

Equipe Shows:
    Denis Carlos Silva Freitas e Sandro Fidelis.
 
 
Renato Rodrigues Delfraro
 

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus