Educação

Você está em: Home, Educação, Ensino a distância: Onde, como e quando fazer

Novembro de 2017

Ensino a distância: Onde, como e quando fazer

.
 
.
Ronivaldo Junior Chagas
Especialista em Ensino a Distância

Há  tempos, o ensino a distância (EAD) está presente, seja por meio de correspondência, rádio, televisão e, agora, Internet. Mas não estou aqui para contar como surgiu o EAD. Pelo contrário, vou começar falando do final. 

A Internet revolucionou o ensino a distância... Contamos com um ambiente capaz de conectar o indivíduo a material didático, professores altamente qualificados e capacitados, exercícios com correção instantânea, onde quer que ele esteja, além de fóruns e chats que lhe permite interagir com professores e alunos.
 
Quando bem administrados, esses recursos são capazes de formar técnicos e especialistas tão habilitados quanto os diplomados pela modalidade presencial. Por isso, é importante escolher bem a instituição que oferece o ensino a distância. O primeiro passo é verificar se a instituição de ensino está credenciada, ou seja, se ela é autorizada pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura). Depois, você deve conhecer o Ambiente Virtual Acadêmico (AVA) para ver se o sistema é eficiente e capaz de atender toda a sua necessidade. Feito isso e tendo escolhido o seu curso, é hora de verificar se o seu curso possui o reconhecimento do MEC e as habilitações de que você precisa. Se estiver tudo de acordo, se a instituição oferecer apoio presencial próximo de você, assistência 24 horas, inclusive nos feriados e finais de semana, então, meu amigo, é tempo de começar a estudar! Acabou a desculpa de que não dá para frequentar uma sala de aula todos os dias.
 
Quebrando tabus 
 
O preconceito, certamente, não está no meio acadêmico e, muito menos, no mercado de trabalho. O meio acadêmico tem, cada vez mais, aderido à modalidade EAD, sejam instituições de ensino particulares, sejam públicas. A inserção do EAD no ensino superior é cada vez mais comum, sendo utilizado até nos cursos presenciais em momentos extracurriculares ou quando a grade permite...
 
As credenciais dos professores das graduações na modalidade EAD são as mesmas exigidas no presencial e vemos mestres e doutores extremamente qualificados migrando para esse tipo de ensino inovador.
 
Quanto ao mercado de trabalho, pense no que as empresas esperam de um profissional: disciplina, responsabilidade, persistência, alguma noção de informática e Internet. Adivinhe que tipo de aluno consegue chegar até o final de um curso a distância? Disciplinado, responsável, persistente e que tem alguma noção de informática e Internet. Ou seja, justamente o tipo de profissional que as empresas querem. E elas já perceberam isso! Inclusive, existem incentivos para funcionários realizarem algum curso a distância. Então, na cabeça de quem ainda existe o preconceito? Na cabeça dos desinformados!
 
É certo que a formação de um profissional qualificado depende mais do aprendiz do que do lecionador, porém, uma boa plataforma, um material didático completo e atualizado e professores altamente competentes contribuem, e muito, para a boa formação do aluno. Por isso, fique atento!
 
 
por Junior Chagas
ronivaldochagas.chagas@bol.com.br

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus