Em Foco

Você está em: Home, Em Foco, Capítulo DeMolays de Passos O QUE FAZEM

Julho de 2012

Capítulo DeMolays de Passos O QUE FAZEM

Uma escola de líderes. Assim é a Ordem de DeMolay, que não é religião, e sim, uma instituição formada por adolescentes, cujo objetivo é o aprimoramento dos bons costumes, da moral, dos princípios de dignidade e  respeitabilidade para com os seus semelhantes, sendo suas reuniões fechadas onde pode participar somente DeMolays com a presença e orientação de (tios) Maçons.
 

Integrantes do Capítulo Jovens Unidos DeMolays de Passos.
Integrantes do Capítulo Jovens Unidos DeMolays de Passos.

 

Em Passos, o Capítulo Jovens Unidos DeMolays de Passos se reúne a cada 15 dias, contando atualmente com 25 membros ativos, cuja idade é de 12 a 21 anos. Os DeMolays existem no mundo desde 1.919; no Brasil, desde a década de 80, trazido pelo (Tio) Alberto Mansur, na cidade do Rio de Janeiro; e em Passos, desde o dia 8 de agosto de 2.000.
Mais de 150 jovens de Passos já passaram pela Ordem DeMolay. Muitos se tornaram médicos, advogados, engenheiros, professores, enfim, profissionais bem sucedidos, capacitados, formadores de opinião, dando sua parcela de contribuição à sociedade.
Os candidatos ao ingresso na Ordem de DeMolay não são escolhidos aleatoriamente, passam por um processo de seleção no qual o candidato é avaliado em vários aspectos, em sua postura para com a família, na escola, e na vida social. Para ser iniciado na Ordem, é preciso sua indicação por um membro ativo ou um Sênior DeMolay e que seja garantido como digno amigo.
 O Capítulo, apesar de ser uma instituição autônoma, tem todas as suas atividades orientadas e apoiadas pela maçonaria, que disponibiliza seus espaços físicos e membros, cujo objetivo é a orientação na realização das reuniões. A Maçonaria investe nesta Ordem por julgá-la fundamental ao crescimento do jovem e no engrandecimento da humanidade.
 Para Júlio Lima, 21 anos, Demolay Mestre Conselheiro Regional Adjunto, “um dos requisitos essenciais para ingressar na Ordem, é o jovem acreditar na existência de um Ser Supremo, independente de qualquer religião, e ser indicado por alguém do grupo para a sua admissão. Valendo ressalta que, todas as cerimônias são realizadas de forma ecumênica”, esclarece o jovem.
 Um dos princípios da Ordem é a lapidação do caráter de cada  jovem, para que ele possa contribuir com a comunidade onde estiver inserido, cujos ensinamentos se baseiam na prática de atividades voluntárias, filantrópicas, benemerentes e sociais, moldando-o à prática em técnicas de liderança, oratória, solução de conflitos, gestão e organização institucional.
 Os estudos filosóficos, segundo Natan Guimarães, de 21 anos, também Mestre Conselheiro deste Capítulo, são baseados em sete virtudes essenciais a um Demolay:
Amor Filial: que é o amor e o carinho que o jovem deve ter para com seus pais, respeito e crença em Deus;

Da esquerda para a direita -  Júlio Lima (Mestre Conselheiro Regional Adjunto), Odélio Porto (Tio Maçon) e Natan Guimarães (Mestre Conselheiro de Passos).
Da esquerda para a direita - Júlio Lima (Mestre Conselheiro Regional Adjunto), Odélio Porto (Tio Maçon) e Natan Guimarães (Mestre Conselheiro de Passos).

 

Reverência pelas Coisas Sagradas: isto é, o respeito que o jovem deve ter  por tudo que é sagrado, independente de credo ou dogmas;
Cortesia: que é ser educado e solidário com o próximo, praticando a filantropia. Um pensamento do jovem DeMolay: “Para ser útil à sociedade não é necessário ser um DeMolay, mas para ser um DeMolay é necessário ser útil à sociedade”;
Companheirismo: é ser um amigo leal, tanto nas horas boas quanto nas ruins;
Fidelidade: é sempre acreditar em seus ideais e virtudes, mantendo em segredo tudo aquilo que lhe for ensinado. É ser fiel a Deus, à sua Pátria e a seus amigos;
Pureza: é ser um cidadão idôneo, puro de alma e de coração; é sempre estar de bem com a própria consciência. É manter a mente longe de tudo que vá contra os princípios de um bom cidadão;
Patriotismo: é respeitar e defender a nossa Pátria, nosso Estado e nossa Cidade e, além disso, conservar tudo que diz respeito ao patrimônio público, como escolas, asilos, orfanatos e hospitais, que prestam ajuda às pessoas mais carentes de nossa sociedade.
 As campanhas fixas que os DeMolays realizam surtem grande efeito na comunidade, como: Natal das Crianças, adotando em 2011 cerca de 85 cartas via correio, e com a contribuição de patrocinadores foram doados brinquedos e kits escolares.
 Realizam também campanhas significativas como a da Doação de Medula Óssea, que, em parceria com o Hemominas, havendo o cadastramento de doadores e realizando as coletas de sangue.
Outras campanhas em que também atuaram merecendo destaque: o S.O.S Santa Catarina durante a catástrofe das chuvas, houve, com a participação da sociedade, arrecadação de 15 toneladas de mantimentos e roupas e na campanha S.O.S Região Serrana, no RJ, onde conseguiram também cerca de 9 toneladas para os desabrigados.
 

 

Os jovens DeMolays de Passos tem a exata noção da importância do grupo e do que lhe é ensinado, como afirma Júlio Lima: “Ser DeMolay é um aprendizado enorme. Além de estarmos inseridos num ambiente fraternal, seguro e sadio, aprendemos valores como a amizade e a solidariedade, ensinamentos que podemos levar para o resto de nossas vidas.”

Para o jovem  Natan: “DeMolay é uma convivência harmoniosa em família. “Considero-os como meus irmãos. Criei um círculo de amizade saudável e seguro. Nos Congressos, nos instruímos e aprendemos tudo sobre as tradições. Aqui aprendemos a  ser bons e corretos: bases fundamentais para nossas vidas!”

Para Marco Antônio Donadelli, de 17 anos, afirmando ter certeza que a Ordem DeMolay é uma imensa escola de aprendizagem intelectual e de formação de valores sólidos: “Firmamos aqui laços de amizades realmente verdadeiras. O jovem sai daqui preparado para uma credibilidade junto a sociedade. A Ordem tem por objetivo primordial, o  alistamento de  jovens ensinando-os aos bons princípios e transformando-os em verdadeiros líderes, dando-lhes os ensinamentos aos cumprimentos integrais de todas as leis; capacitando-os para os direcionamentos corretos de suas vidas.”

 Para Raul dos Reis Silveira, venerável da Loja Deus, Justiça e Fraternidade: “O quanto seria importante para a comunidade de Passos, se todos os nossos adolescentes pudessem ter as sete virtudes de um Demolay. Jovens que atualmente só podem trabalhar após 16, 18 ou 21 anos, dependendo da profissão, o Jovem que entra para o Capítulo Demolay só tem a ganhar. Esse jovem além de servir, ele vai aprender a diferenciar o bem do mal. E hoje, Passos sem nenhuma política que olhe pelos jovens, podemos dizer que a Instituição Capítulo Demolay só tem servido a nossa comunidade.

 É importante frisar que o Demolay ao completar 21 anos, pode, se quiser, entrar para a Maçonaria sem ter que passar pela rigorosa  observação dos Irmãos de uma Loja, porque os Irmãos já vão ter ou saber tudo que precisam sobre o pretenso futuro Irmão da Ordem. Ele já vai estar em um adiantado processo de dilapidação dos vícios que uma pessoa pode ter. Não é à toa que todas as quatro lojas maçônicas, em suas três potências apoiam o Capítulo Demolay de Passos: Loja Deus, Universo e Virtude, Loja Deus Justiça e Fraternidade, Loja Leodolfo Evangelista da Rocha e Loja Marcos Joele. 

 

 

Para saber mais sobre Jacques Demolay acessem o site: www.sedentario.org/colunas/teoria-da-conspiracao/jacques-demolay-26179  e conheçam melhor sua vida.

Graciela Nasr
 

Integrantes do Capítulo Jovens Unidos DeMolays de Passos.

© Copyright 2013 Foco Magazine

by Mediaplus