ltima Edio
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Comunidade

Associação de caridade passense necessita de ajuda financeira para manter-se.

  • O presidente da Associação, Gladston Geraldo Bastos, e o consultor logístico da entidade Jorge Montez.
    O presidente da Associação, Gladston Geraldo Bastos, e o consultor logístico da entidade Jorge Montez.

    A entidade filantrópica presta grandes serviços assistenciais gratuitos aos mais necessitados. Ao todo são cinco projetos comprovadamente eficientes no município. São eles: Albergue Noturno Dr. Manoel Patti, que atende em média 20 pernoites-dia, Creche Dr. Manoel Patti, que acolhe em média 118 crianças de 6 meses a 5 anos, Cantina Tia Marieta, que fornece sopa no período noturno com uma média de 90 pratos, de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos, janta, distribuindo em média 120 pratos de refeições.

    Ainda o Programa Pão Nosso, com fornecimento de cestas básicas mensais às famílias devidamente cadastradas, hoje em torno de 110 famílias e, por último, o projeto Recanto Assistencial Casa do Caminho (em fase de implantação) destinado a atender pessoas carentes necessitadas de cuidados especiais.

    A Associação Espírita Santo Agostinho, que existe em Passos desde 1934 e que atende centenas de pessoas em seus mais diversos projetos sociais, tem passado por problemas fi nanceiros. No mês de março quase fechou as portas. Membros da instituição fazem um apelo à comunidade para que abracem a causa e ajudem a entidade a auxiliar as pessoas mais carentes do município.
    A Associação Espírita Santo Agostinho, que existe em Passos desde 1934 e que atende centenas de pessoas em seus mais diversos projetos sociais, tem passado por problemas financeiros. No mês de março quase fechou as portas. Membros da instituição fazem um apelo à comunidade para que abracem a causa e ajudem a entidade a auxiliar as pessoas mais carentes do município.

    De janeiro de 2013 até o presente momento, a Associação atendeu 3.756 adultos e 131 crianças no albergue da instituição, ofereceu 7.665 refeições noturnas (sopa), na Cantina tia Marieta e doou 4.608 cestas básicas às pessoas cadastradas no programa Pão Nosso.

    Conforme o presidente da Associação, Gladston Geraldo Bastos, atualmente a entidade recebe recursos da Sedese (Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado) além de um repasse da Prefeitura de Passos e também doações da comunidade como: gêneros alimentícios, roupas, etc, mas ainda assim, a situação não está boa.

    “Em março deste ano quase fechamos as portas pois não tínhamos recursos para prosseguir em nossos projetos. Felizmente a Prefeitura nos salvou. Pode não parecer, mas estamos passando aperto para auxiliar quem mais precisa no nosso município. A importância do nosso trabalho na cidade é grandiosa pois nos dá a satisfação de realizarmos alguma coisa em prol de pessoas carentes e aliviarmos um pouco outras entidades congêneres e mesmo as secretarias municipais responsáveis pelas ações sociais”, diz Gladston, acrescentando:

    Crianças do Berçário: Assistência Completa.
    Crianças do Berçário: Assistência Completa.

    “Sempre estamos mudando no sentido de melhor atendermos e criarmos melhores sistemas de atendimento. O que é bom ressaltar é que qualquer pessoa que quiser pode nos ajudar, inclusive a maioria dos que nos ajudam não são adeptos da Doutrina Espírita, porém abraçam nossos ideais.”, enfatizou o presidente.

    Jorge Montez, que é o consultor logístico e de telemarketing da entidade, explica que está sendo realizada uma intensa campanha, além de apresentações coletivas entre as pessoas junto às empresas principalmente, indústrias e comerciantes em geral da cidade e região para ajudar a instituição filantrópica a sair do vermelho, mas que ainda há muito trabalho a ser realizado.

    “Temos recebido ajuda em forma de mantimentos, roupas, brinquedos, mas a entidade necessita de verdade é de verba financeira para custear necessidades orçamentárias que com doações em especial não são resolvidas. Por isso estamos empenhados em buscar parceiros sensibilizados com o flagelo humano daqueles que passam por momentos de desamparo e descaso social. Me refiro à creche, ao albergue e aos alimentos para as famílias carentes. Esperamos que todos os amigos tenham no coração o desejo de caminhar juntos nessa campanha para mantermos essa instituição com condições de continuar esse trabalho tão essencial à nossa sociedade passense.

    Crianças na Creche Dr. Manoel Patti durante lanche da tarde.
    Crianças na Creche Dr. Manoel Patti durante lanche da tarde.

    Atividades assistenciais desenvolvidas na entidade:

    Albergue Noturno Dr. Manoel Patti: Atende durante todo o ano pessoas que não têm aonde passarem a noite. São idosos, adultos, adolescentes e crianças de ambos os sexos que recebem pouso, jantar, banho, roupas e café da manhã.

    Creche Dr. Manoel Patti:Tipo lar. Atende em regime de 8 horas e abriga 118 crianças de ambos os sexos na faixa etária de seis meses a cinco anos, concorrendo para resolver, dentro do possível, um dos maiores problemas sociais de Passos. As crianças recebem café da manhã, banho, almoço, cuidados odontológicos, roupas, material escolar, iniciação da alfabetização na educação infantil, cuidados higiênicos, bons hábitos e recreação, colaborando na formação do caráter, senso crítico e de cidadãos inseridos na sociedade em que vivem.

    Programa Pão Nosso:São assistidas temporariamente famílias necessitadas do ponto de vista espiritual e material, mediante trabalho voluntário. Atualmente estão cadastradas 150 famílias em assistência, sendo atendidas em média 110 famílias que são monitoradas e que recebem cestas básicas.

    Cantina Tia Marieta:O objetivo é amenizar a fome de necessitados do município mediante distribuição de 90 refeições noturnas por dia (sopão) que são servidas de segunda a sexta-feira e aos sábados e domingos, em média de 120 pratos de refeições preparadas por voluntários que se propõem a ajudar.

    Graciela Nasr

    Serviço:

    Para maiores informações e arrecadações, os nossos telefones são os seguintes:
    4103 0444 (fi xo) - 8405 6500 (Claro) - 8701 1609 (Oi) - 9869 2611 (Vivo) - 9114 6990 (Tim).

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.