ltima Edio
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Comunidade

Vida saudável é tema de trabalho interdisciplinar de alunos do Colégio Estadual

  • a mentora do projeto, Claudia lemos Paim Orlandi Pereira e a diretora da Escola Estadual Professora Júlia Kubitschek, silvia inez Coste e silva.
    A mentora do projeto, Claudia lemos Paim Orlandi Pereira e a diretora da Escola Estadual Professora Júlia Kubitschek, Silvia Inez Coste e Silva.

    Alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) Fundamental e Médio e alunos do Ensino Médio Regular Noturno, da Escola Estadual Professora Júlia Kubitschek, realizaram um projeto voltado para a Área da saúde que deu o que falar no mês de novembro. Ao invés de focar nas consequências das doenças, provindas de uma vida desequilibrada, os alunos falaram sobre os benefícios de uma vida saudável e contrabalançada. O resultado, além do conhecimento adquirido, foi a participação maciça de alunos da escola e seus familiares, professores, funcionários e amigos em geral.

    Mentora do projeto, a professora de Língua Portuguesa, Claudia Lemos Paim Orlandi Pereira, explica que a ideia principal foi envolver todos os alunos do noturno, bem como os docentes e os funcionários da escola. "O projeto teve essa característica de abranger o todo e a culminância foi a realização de uma espécie de feira onde todos puderam conhecer as maravilhas de uma boa alimentação e qualidade de vida", comentam os professores.

    apresentação das ervas medicinais.
    Apresentação das ervas medicinais.

    A princípio os alunos entregaram aos professores um estudo minucioso sobre dois assuntos. Alunos do Ensino Médio Regular discorreram sobre Bulimia e Anorexia (assunto de interesse desta faixa etária) e alunos do EJA Fundamental e Médio falaram sobre Vida Saudável, Exercícios Físicos, Nutrição e Alimentação Adequada e Uso de Ervas Medicinais.

    Na noite em que foram apresentados os trabalhos, montados em tendas no pátio da escola, participaram nutricionistas da cidade, pessoas que trabalham com suplementos, estudantes e professores dos cursos de Nutrição, Educação Fí­sica e Enfermagem da Fesp (Fundação de Ensino Superior de Passos) e alunas da Unabem (Universidade Aberta para a Maturidade), que apresentaram o seu coral e explicaram que a vida pode ser bela também na melhor idade.

    Os famosos chás...
    Os famosos chás...

    "O bacana do projeto, é que ele abrangeu todas as idades possíveis. Nossos alunos aprenderam que muita coisa relacionada à área da saúde depende das nossas atitudes. Eles trabalharam a saúde fisica, mental e emocional. Foi sem dúvida um projeto interdisciplinar inesquecível", disseram os professores.

    Os convidados, professores da Fesp e profissionais da área da saúde, ficaram surpresos com a atenção, a concentração e participação dos alunos, apreciando os trabalhos e exposições nos estandes sobre Suplementos Alimentares e as possí­veis doenças desenvolvidas por causa de uma má alimentação. "Vivemos numa era onde a aparência é mais do que nunca muito importante para os jovens. Então, assuntos como a bulimia e a anorexia, além do exagero no uso de suplementos para emagrecer caiu como uma luva. Eles aprenderam muito a respeito destes temas", explicou Claudia.

    As alunas do EJA noturno: Lourdes das Graças Ferreira e Carmem Lúcia Batista Silva.
    As alunas do EJA noturno: Lourdes das Graças Ferreira e Carmem Lúcia Batista Silva.

    Mesma coisa os alunos dos EJA's Fundamental e Médio, que por serem, na maioria, mais velhos, adoraram estudar e conhecer mais sobre os chás de funcho, hortelã, erva cidreira, canela, boldo, entre outros. "Eles trocaram receitas, saborearam os chás e passaram informações valiosas aos mais novos sobre essas plantas medicinais. A interação aconteceu entre todas as faixas etárias, foi isso que valeu a pena para nós", esclareceram os professores.

    Silvia Inez Coste e Silva, diretora da escola, comenta que o projeto foi além de suas expectativas: "O envolvimento foi incrível! Com certeza faremos outros no mesmo molde ano que vem. O projeto, além de ter trago mais informação aos nossos alunos, transcorreu de forma pací­fica, alegre. Foi uma noite bastante agradável e com temas do interesse de todos. O maior exemplo da interação deste projeto foi a participação de todos nós durante a ginástica ao vivo que ocorreu no pátio da escola. Que esses ensinamentos surtam efeito na vida de todos nós, eu espero!".

    Alunos da Escola Estadual Júlia Kubitschek
    Alunos da Escola Estadual Júlia Kubitschek

    Douglas Francisco de Souza, aluno do 3º Colegial noturno, afirma que o trabalho foi de grande importância para ele. "Aprendi muita coisa, inclusive que a creatina faz um mal danado para a saúde. Antes eu usava para malhar e não sabia o quanto era prejudicial. Sentia dores nos rins e era por causa da creatina. Os trabalhos apresentados durante a feira vieram acrescentar. Que venham outros", falou o aluno.

    As alunas do EJA, também se surpreenderam com tanta informação útil. "Eles já conhecia o poder de algumas ervas medicinais, mas com o trabalho pude aprofundar mais no tema e agora tenho feito mais chás em casa. Foi importante aprender, porque cada planta tem um modo de fazer, tem uma fusão especí­fica. Se não fizermos direito, perde-se o efeito dos nutrientes", diz Lourdes.

    O aluno Douglas Francisco de Souza.
    O aluno Douglas Francisco de Souza.

    Carmem enfatiza que a feira enriqueceu seus conhecimentos: "A gente sabia de alguma coisa ou outra, mas com a realização deste trabalho, aprendemos muito mais. Sem contar a mobilização e o entrosamento entre todas as faixas etárias. Foi um projeto muito interessante!", comentou a aluna.

    Graciela Nasr

    Coral Unabem se apresentando.
    Pessoal se agitando durante ginstica ao vivo.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.