Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Comunidade

Passos pode se tornar polo de moda e referência para todo o país

  • Fazer com que a cidade de Passos seja conhecida a nível nacional como polo de moda de qualidade, é o grande desafio da nova diretoria da Apicon (Associação Passense das Indústrias de Confecções).

    Foi preciso muito esforço e criatividade para realizar o evento Pró-moda, em Passos, de 8 a 15 de fevereiro deste ano. Esforço porque a Pró-moda e a Apicon, na verdade, estavam prestes a deixar de existir.

    “A Apicon estava caminhando para o fim, caso não houvesse interesse de nenhum grupo em assumir as rédeas da associação. Assumimos a Apicon com 72 mil reais de dívidas, sem correção. Foi aberto o edital para a eleição e aconteceu que não havia nenhuma outra chapa concorrendo a não ser a nossa”, explica o novo presidente da Apicon, Francisco Baltazar dos Reis.

    O vice-presidente, Marcelo Alves da Silva, o diretor de marketing, Sandro Cubas Siqueira e o presidente da Apicon, Francisco Baltazar dos Reis.
    O vice-presidente, Marcelo Alves da Silva, o diretor de marketing, Sandro Cubas Siqueira e o presidente da Apicon, Francisco Baltazar dos Reis.

    A nova diretoria da Apicon é presidida pelo empresário de confecções da Avenida da Moda, Francisco Baltazar dos Reis, pelo vice-presidente, Marcelo Alves da Silva, o diretor de marketing, Sandro Cubas de Siqueira, o gerente geral, Ricardo Andrade, o tesoureiro, Edson dos Santos, o diretor jurídico, Vianey Augusto de Andrade Bueno e também compõe a diretoria o empresário Antonio Carlos.

    O convite para a realização da 28ª Pró-moda partiu de alguns lojistas da Avenida da Moda, que não queriam o fim da mesma. “Levei a proposta aos demais integrantes do nosso grupo e, com a autorização da gestão anterior da Apicon, a partir daí montamos um planejamento agressivo que desse resultado imediato. Felizmente podemos dizer que foi um sucesso. Muitos lojistas nos disseram que só no 1° dia da Pró-moda deste ano, venderam mais do que a Pró-moda toda, comparado ao mesmo período de anos anteriores e que também neste dia, foi recorde de público em toda a história da Avenida da Moda”, informa Francisco.

    Lojistas satisfeitos

    Os lojistas comemoraram os resultados. Na Pró-moda deste ano, como um todo, eles conseguiram alavancar em torno de 250% a mais em relação ao mesmo período anterior, o que trouxe mais ânimo e disposição aos associados e à própria nova diretoria, que está ávida em trabalhar mais para colocar Passos no cenário nacional da moda.

    “Nosso objetivo é fazer diferente, realizar as ações com paixão, dedicação e foco. O resultado é uma consequência”, afirmou Sandro Cubas Siqueira, diretor de marketing da Apicon, que trabalhou pesado na divulgação do evento em fevereiro, trazendo à Passos, ônibus de turistas do Rio de Janeiro, Araraquara, Campinas, Rio Preto e segundo pesquisa realizada pela associação, passaram pela Pró-moda, clientes de 250 cidades diferentes. 

    Para Sandro, “com o sucesso da Pró-moda, foi e está sendo possível reavivar a esperança e confiança dos lojistas da Avenida da Moda, já que eles andavam desesperançados nos últimos tempos. Também é importante ressaltar que a Pró-moda e o Saldão são apenas a menor das estratégias que temos para o que queremos implantar, que é levar o nome de Passos a nível nacional e fazer outros eventos como lançamentos de coleções, rodada de negócios e muito mais. Vai depender dos empresários da avenida em se engajarem nesta causa que será beneficio para todas as indústrias, para os funcionários do setor e para a economia de Passos como um todo”.

    Ainda falando de Pró-moda, em 25 dias de trabalho, a nova diretoria conseguiu parcerias que também foram fundamentais para a realização da mesma, como a Prefeitura, através da Secretária de Indústria, Comércio e Turismo; Secretaria de Obras, Habitação e Serviços Urbanos; Secretaria de Saúde e o Departamento de Transporte e Trânsito da Secretaria de Planejamento, que ajudaram na divulgação do marketing, disponibilizaram uma UTI móvel em todos os dias do evento e ainda cederam o antigo Mercadão que serviu como uma espécie de Centro de Atendimento ao Turista.

    Neste espaço muito bem estruturado, onde foram montadas áreas de descanso com móveis rústicos da cidade, o visitante pôde colher informações a respeito do evento, descansar, usar o banheiro, guardar os volumes. “Este é um diferencial enorme, pois o turista de compras que vem à cidade e não a conhece, não sabe onde ir, não tem banheiro e nem um local de descanso e informações. Isto significa dar estrutura para o turista para que o mesmo se encante e volte muitas outras vezes”, afirma Francisco Baltazar. Ainda tiveram várias surpresas, como fechamento da rua no centro da avenida, com áreas de descansos montadas em tendas para todos usarem, enfermagem, artesanato e ainda puderam apreciar música de qualidade como a de um trio de músicos com trompete e saxofones que se apresentaram na avenida inteira, e também tiveram apresentações de um desfile de bloco de samba que abrilhantou o evento, já que o carnaval estava se aproximando.

    Saldão Repaginado

    Outro grande evento que foi realizado pela nova diretoria da Apicon entre os dias 8 e 13 de abril, foi o “Novo Saldão da Moda”, que neste ano aconteceu em novo local que foi no antigo Mercadão municipal, todo reformado. Ao contrário de anos anteriores, nem parecia o Saldão que todos já conheciam. Repaginado, ganhou vida e atraiu ainda mais gente do que nos anos anteriores, com a participação de mais empresas e mais de 65 estandes. Sem contar as atrações no local que fizeram a diferença como a montagem de uma mega praça de alimentação, totalmente iluminada com cores e muito charme, 3 áreas de descanso com músicas ambiente de formas variadas para cada uma, música ao vivo com espaço para cantores que estão em destaque, comidas típicas de nossa região, espaço totalmente repaginado e estruturado e ainda foram sorteados todos os dias, várias vezes ao dia, muitos brindes de lojas passenses.

    Diretoria da Apicon.
    Diretoria da Apicon.

    De acordo com o gerente geral da Apicon, Ricardo Andrade, se ocorresse o fechamento da Associação, o município estaria perdendo muito. “Não podíamos virar as costas para a Avenida da Moda e para a cidade. A cidade conta atualmente com 110 mil habitantes e há aproximadamente 30 mil carteiras assinadas de acordo com o IBGE. Só para se ter uma ideia, hoje a Avenida gera mais de 5 mil empregos diretos e indiretos. Um número muito expressivo para a cidade”, enfatiza Ricardo.

    Para o vice-presidente da Apicon, Marcelo Alves da Silva, a Associação não só tem conseguido atrair mais empresas para serem associadas como está com ares de modernidade. “Temos parcerias firmes, como a Sictur que realiza para nós diversas pesquisas de campo, de receptividade e nos ajuda na realização dos eventos, temos o apoio do Passos Motorcycles, que trás hoje ao município, mais de 10 mil motociclistas que gastam em Passos no mês de agosto. A Avenida da Moda é corredor de acesso de todos nós. Com essa mentalidade arrojada e séria da diretoria, pretendemos fazer do comércio local, um comércio dinâmico, com vários novos clientes do Brasil inteiro, e que dê resultados aos lojistas e ao cliente, seja ele de Passos ou de fora, com um atendimento diferenciado, confortável e seguro”.

    Os desafios

    O maior desafio do momento, conforme a atual diretoria da Apicon, é fazer com que Passos seja de fato conhecida a nível nacional como polo de moda de qualidade, além de manter todos os calendários de eventos realizados pela associação. “Queremos fazer novos eventos e ações que possam atrair o público alvo que é o turista de compras, de forma mais agressiva e também potencializar o comércio nas datas comemorativas mais cultuadas como: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Natal, entre outros”, explicou o presidente, Francisco Baltazar.

    Para o presidente da Apicon, é muito importante que o empresário passense acredite no trabalho da equipe atual e tenha fé que haverá resultados ainda melhores que os já apresentados nos três meses. “Temos que nos fortalecer ainda mais para que possamos atingir nossas metas. Queremos agregar, crescer. Desta forma, vamos todos juntos, alcançar nossos objetivos, e consequentemente, trazer mais conquistas ao nosso comércio e principalmente para nosso município. Juntos somos mais!”, concluiu Francisco.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.