Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Comunidade

A Arte de levar o Cinema para perto das pessoas

  • Gustavo José Lemos foi um grande colaborador por 12 anos ao lado de Itamar Bonfim, idealizador e coordenador do projeto.
    Gustavo José Lemos foi um grande colaborador por 12 anos ao lado de Itamar Bonfim, idealizador e coordenador do projeto.

    Segundo Itamar Bonfim, a ideia de fazer um Cine Clube surgiu em 1999, quando prestava serviços para a Fundação de Ensino Superior de Passos (Fesp). Na época, o então presidente do Conselho Curador Antônio de Faria cedeu o anexo IV da Faculdade, na Rua Cristiano Stockler, para a exibição dos filmes às terças-feiras. Por ser alugado, a Fesp teve que devolver o imóvel, o que levou o projeto a ser transferido para o auditório Prof. Armando Righetto, e desde o início de 2014 está acontecendo no auditório do prédio principal da Fesp, na rua Dr. Carvalho.

    “Estamos conseguindo ao longo de uma década e meia manter este projeto vivo e ininterrupto, além de torná-lo um dos programas culturais mais antigos de Passos, o que é um motivo de grande orgulho. O cinema é a melhor forma de levar Cultura para o povo”, afirma Itamar, que faz questão de mencionar a parceria com o falecido ator e diretor Gustavo José Lemos, que foi seu grande colaborador no projeto, pois fazia a apresentação dos filmes antes de iniciar a sessão.

    Itamar acredita que ao longo desses 15 anos cerca de 100.000 pessoas já assistiram aos filmes exibidos pelo projeto, se forem levadas em conta as apresentações extras de filmes para entidades como Apae, Asilo São Vicente de Paulo, Otto Krakauer, Escolas e de excursões que já vieram de cidades vizinhas. “Uma vez veio uma Kombi de Conceição Aparecida para assistir um filme do Mazzaroppi. Aliás, os filmes do Mazzaroppi, são sempre muito bem recebidos pelo nosso público”, afirma Itamar, que ressalta que há fãs para filmes de todos os gêneros, como românticos, cowboy, suspense, etc.

    “Em paralelo ao projeto nós também estamos realizando o Pipoca Cult, com a apresentação de filmes que normalmente não chegaram a ser exibidos no circuito comercial, mas que têm um público específico de fãs. Esses filmes são apresentados sempre nas segundas terças-feiras de cada mês”, destaca Itamar, que tem como parceiros nesse projeto o médico Patrick Figueiredo e a jornalista Keuly Vianney, que sempre realizam debates após as apresentações, que também ocorrem no auditório do prédio principal da Fesp.

    Itamar Bonfim e Selton Mello.
    Itamar Bonfim e Selton Mello.

    Reconhecimento de diversas partes

    O sucesso fez com que o projeto ganhasse o reconhecimento de várias pessoas, como o ator Selton Mello, que é admirador do projeto e amigo de Itamar. Selton esteve por duas vezes no Pipoca & Bala Pipper: na primeira foram exibidos dois de seus filmes recentes e na segunda apresentou o making of do filme “O Palhaço”, que contou com a participação de atores passenses.

    Para o presidente do Conselho Curador da Fesp, professor Fábio Pimenta Esper Kallas, o projeto representa muito para a Fundação. “O Projeto Pipoca e Bala Pipper da Fesp é um dos projetos de maior inclusão social que temos. O cuidado que o coordenador do projeto, Itamar Bonfim tem na escolha dos filmes, na forma de receber as pessoas, na percepção de que este pode ser um dos poucos momentos de lazer de muitas pessoas e de muitos casais, demonstra que nossos esforços estão sendo bem direcionados. Este projeto é mais uma prova de que a Universidade não pode se fechar em suas 4 paredes e sim colocar toda sua capacidade criativa de levar cultura, esporte, lazer e conhecimento à população na qual está inserida. Nosso sonho é ter, neste modelo, o desenvolvimento de algo para as crianças e jovens, levando a eles filmes infantis e juvenis, além de filmes educativos e científicos, criando o respeito pela natureza e a cultura investigativa. O Pipoca e Bala Pipper, como dezenas de projetos da FESP podem e devem se tornar modelo de extensão para toda Minas Gerais.”

    Renato Rodrigues Delfraro

    Público durante uma das apresentações.
    Público durante uma das apresentações.

    Fábio Kallas, Selton Mello e Itamar Bonfim.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.