Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Homem

2010 uma odisseia no espaço

  • .

    Corrompendo o título original, o número Um infiltrou-se entre os dois zeros percorrendo dez anos no tempo.

    E no espaço, que agora é o Espaço Absoluto, claro.

    Mas se o título ainda sugere uma viagem estelar, estrelas não faltaram na noite que comemorou os cinco anos da Revista FOCO em grande estilo. Estavam lá, brilhando, os agraciados pelo Prêmio FOCO MAGAZINE, personalidades que tiveram suas atuações na sociedade merecidamente reconhecidas.

    Brilhando também, estavam as capas da FOCO, desta vez ao vivo, lindas e sorridentes em seus indefectíveis vestidinhos pretos.

    Na entrada o tapete vermelho conduzia as pessoas, depois de devidamente registradas suas presenças pelos fotógrafos Aluisio de Souza e Nilo Machado, até os anfitriões, Paulo e Fabíola, que recebiam seus convidados com visível satisfação.

    Esta mesma sensação de alegria também se via no encontro de amigos, no sorriso dos presentes, nos flashes iluminando as mesas aqui e ali com fotografias eternizando momentos.

    Com o salão lotado, Chiquinho Negrão chama a atenção de todos para o início da parte protocolar.

    Fabíola é a primeira a falar e traça, em linhas gerais, a odisseia de cinco anos no comando da revista

    Foco Magazine. E quem acha que é um exagero usar a palavra odisseia referindo-se a edição de uma revista é porque, claramente, não conhece as batalhas diárias que são travadas na produção gráfica.

    Com a edição de numero 1 da Foco Magazine em mãos, mostrou como a revista cresceu nesses anos.

    Cresceu e apareceu! Ganhou corpo e cores, conquistou leitores e anunciantes e consolidou-se como mais um importante veículo de comunicação de Passos. E no caminho aberto pela revista, outras publicações também foram surgindo;  Foco Moda, Foco Rural, Foco Saúde e até o livro “Nada também é demais”, que compila os contos deste autor, recentemente editado e oferecido como um presente especial aos homenageados da noite.

    Eis então que chega o ponto alto da festa e os contemplados pelo Prêmio FOCO MAGAZINE são chamados para receberem os seus troféus, com os quais a Revista distingue os profissionais que se destacaram em suas áreas de atuação.

    O orador da noite, falando em nome dos homenageados é o escritor Antonio Barreto. Seu discurso é uma obra prima da arte de escrever e com um fio imaginário ele interliga cada um dos premiados.

    Costurando e chuleando sua colcha de retalhos, mostra como partes distintas, depois de unidas, se transformam em algo muito maior: A comunidade na qual cada um de nós está inserido.

    Depois de um momento de confraternização, abraços e cumprimentos aos homenageados, havia ainda mais estrelas para brilhar nesta noite. Edinho Santa Cruz sobe ao palco e mostra toda sua virtuosidade musical num show sensacional.

    Se no filme do qual tomei emprestado o título para este texto, o homem conquista o espaço, naquela noite o espaço nos conquistou, envolvendo a todos no clima de alegria, descontração e confraternização que dominou a festa do início ao fim.

    .

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.