Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Esporte e Saúde

Futebol pode ajudar na educação e formação das crianças

  • Marcelo Campos Machado
  • Futebol.

     

    A Copa do Mundo acabou, foram mais de 60 dias de informações diárias, álbuns, trocas de figurinhas, compra de camisetas amarelas, enfeites, assuntos referentes aos jogadores, seus familiares, datas de jogos, táticas e principalmente, falamos de futebol.

    Apesar de este esporte ser praticado como distração com as crianças, a prática milenar (o futebol já era praticado na China antiga, 3.000 A.C., de uma outra forma) pode ser recomendada para o desenvolvimento pedagógico e ensina alguns aspectos de formação para estes pequenos.

    A Faculdade de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP) através do Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar elaborou um estudo “A relevância do futebol como aspecto pedagógico no ensino fundamental (6º ao 9º ano)” que na sua conclusão mostra que o futebol pode desenvolver na criança as capacidades de se socializar, entender e respeitar regras, além de compreender o significado de trabalho em equipe e esforços para atingir resultados, podendo torná-los cidadãos críticos, questionadores.

    Na sala de aula, este estudo aponta que o futebol pode ser incentivado como uma lição a partir dos 6 anos, interdisciplinar; a prática na Educação Física é intercalada com as áreas de Artes, Inglês, História, Matemática e Português, além de explorar a cultura corporal da criança. O mesmo estudo aponta que o futebol, além de lúdico, é uma prática que pode ajudar também as crianças que não têm habilidades motoras.

    A desvantagem fica por conta da sobrecarga psicológica, que é desenvolvida pela pressão que os pais e professores podem depositar sobre as crianças. O ideal é que as crianças, de acordo com esta pesquisa, pratiquem o esporte, sem compromisso até os 11 anos. Assim, os pequenos têm um entendimento melhor das regras do jogo, sem se comprometer fielmente a uma carreira, ou um futuro de adulto, conclui o estudo.

    Vantagens e desvantagens - sempre vale à pena lembrar que apesar de serem talentosas, futuros craques, crianças ainda são crianças.

    por Marcelo Campos Machado

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.