Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Gestão de Negócios

Inovação x Aumento de Custos

  • No momento atual pelo qual passa nossa economia, com algumas incertezas a curto e médio prazo, em que as empresas enfrentam uma demanda até certo ponto retraída, uma carga tributária elevada, e a concorrência de produtos importados, as empresas para sobreviverem estão reduzindo os seus custos e fazendo ajustes em diversos processos, tanto administrativos quanto produtivos. Neste contexto fica uma pergunta: Como fazer investimentos em inovação, sendo que o momento é de cortar custos? Sabe-se que esse processo não é barato, investir em novas tecnologias para se diferenciar no mercado significa aumentar os custos. Assim, o que essas empresas podem fazer para se manterem competitivas no mercado?

    De acordo com os especialistas, e considerando a realidade do mercado brasileiro, no qual os encargos tributários e trabalhistas são bem mais altos que aqueles praticados nos países que fazem parte do BRICs, por exemplo a China, a inovação é o único caminho para a sobrevivência dos negócios de pequeno e médio porte. Nesse contexto, é importante ressaltar que inovar não significa, necessariamente, ter altos custos e desenvolvimento tecnológico.

    A criatividade é uma ferramenta fundamental para obter ganhos consideráveis no processo de inovação e, consequentemente, se diferenciar no mercado. Para que isso possa acontecer, as ideias criativas devem estar em linha com a realidade do negócio a ser inovado, utilizando simples mudanças com baixo custo, de maneira que possa atrair ou seduzir o seu consumidor.

    A principal questão é: Como o empreendedor poderia melhorar o seu modelo de negócio? Analisar algumas características do mercado relativo ao seu negócio, pensar como se diferenciar nessa atividade, estando atento aos acontecimentos no mundo, em relação à sua atividade, poderá proporcionar mudanças simples tanto no seu processo de fabricação e no produto, quanto na administração do negócio. Esta é uma das alternativas de como o empreendedor criará soluções que irão agregar na qualidade do seu produto ou serviço diferenciando-se no mercado; bem como meios de se comunicar com o seu cliente, para melhorar a qualidade do seu produto ou serviço e formas de atrair com mais afinco o seu cliente. Essas soluções não exigem vultosos investimentos.

    Parece simples, mas mudar a cultura do negócio e conseguir transformar as ideias em soluções práticas, entretanto não é tão fácil assim e nem sempre o retorno é imediato. Por isso que o empreendedor deve possuir algumas características como, resiliência, persistência e tenacidade, capazes de fazê-lo acreditar em suas ideias. O empreendedor deve ser persistente e continuar insistindo nas soluções que ele acredita para serem aplicadas em seu negócio. A motivação das pessoas que trabalham com o empreendedor, é outro fator importante para inovar. Deve-se valorizar as iniciativas e reconhecer o que os colaboradores podem oferecer como ideias e sugestões. Essas medidas podem ajudar a aumentar o fluxo de inovação, bem como o faturamento do negócio, sem aumentar os custos. Pense nisto!

    por Wêsley Andrade

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.