Última Edição
Especial 2021
Especial 2021

Humor

Humor - ed. 65 - setembro/2010

  • O MAIS REQUISITADO

    Dois amigos chegaram em um cidade do interior de São Paulo, e quando desceram na rodoviária depararam com uma grande multidão descendo pela rua principal da cidade.

    Curiosos, foram até o início daquela imensa massa enotaram tratar-se de um enterro. Perguntaram a um rapaz que estava bem a frente ajudando a carregar o caixão:

    - Quem de tão importante faleceu ?

    O rapaz disse-lhes: infelizmente foi minha sogra. E do que ela morreu ?

    - Está vendo este cachorrinho debaixo do caixão, então, foi ele que matou minha sogra.

    Eles indignados disseram ao rapaz:

    Escuta meu rapaz será que dá para você emprestar um pouco o seu cachorrinho ????

    E o rapaz respondeu:

    Pois não, entra na fila aí atrás !!!!

     

    O ASSALTO

    Um assaltante aborda o Manoel no meio da rua.

    — Pare! — grita ele.

    — Impare! — grita de volta o Manoel, estendendo três dedos.

    — Mas eu estou te roubando! — explica o assaltante.

    — Ah! Então não brinco mais!

     

    COMO VIVER 100 ANOS?

    — Querido, onde está aquele livro: “Como viver 100 anos?”

    — Joguei fora!

    — Jogou fora? Por quê?

    — É que a sua mãe vem nos visitar amanhã e eu não quero que ela leia essas coisas!

     

    AJUDANDO O BÊBADO

    Às três horas da manhã, a mulher acorda o marido:

    — Benhê, estão batendo na porta. Vai ver o que é…O sujeito vai atender e, ao abrir a porta, dá de cara com um bêbado:

    — Será que dá para você dar uma empurradinha? — diz o bêbado com voz pastosa.

    O sujeito reclama, revoltado:

    — Você acha que eu vou sair uma hora dessas para ajudá-lo a empurrar o carro? Nem morto! E bate a porta na cara do bêbado. Voltando para a cama, a mulher pergunta quem era:

    — Só um bêbado querendo que eu o ajude a empurrar o carro.

    — E por que você não ajudou? — indaga a esposa.

    — Ah… ele está bêbado… — balbucia o sujeito.

    Pouco depois, a consciência começa a pesar e ele muda de idéia. Ao abrir a porta, ele não consegue ver nada além da escuridão e grita:

    — Ei, você ainda quer a minha ajuda?

    — Quero sim! — responde o bêbado.

    — Mas onde é que você está?

    — Estou aqui… no balanço!

     

    .

     

    O PAVÃO E O URUBU

    Em uma planície, viviam um Urubu e um Pavão. Certo dia, o Pavão refletiu:

    -Sou a ave mais bonita do mundo animal, tenho uma plumagem colorida e exuberante, porém nem voar eu posso, de modo a mostrar minha beleza.

    Feliz é o Urubu que é livre para voar para onde o vento o levar. O Urubu, por sua vez, também refletia no alto de uma árvore:

    - Que infeliz ave sou eu, a mais feia de todo o reino animal e ainda tenho que voar e ser visto por todos, quem me dera ser belo e vistoso tal qual aquele Pavão.

    Foi quando ambas as aves tiveram uma brilhante idéia em comum e se juntaram para discorrer sobre ela: cruzar-se seria ótimo para ambos, gerando um descendente que voasse como o Urubu e tivesse a graciosidade de um Pavão… Então cruzaram… e daí nasceu o Peru.

    FEIO E NÃO VOA!!!

    Moral da história: Se a coisa tá ruim, não inventa gambiarra que piora!”

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.