Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Comunidade

Os desafios do Educandário

  • .

    O Educandário Senhor Bom Jesus dos Passos tem uma grande missão com foco no acolhimento dos mais pobres e excluídos da sociedade. Nos seus 60 anos de atuação no município passense, a instituição desenvolve ações sócio educativas para crianças, jovens e adultos, promovendo a ampliação do universo social, religioso, cultural, intelectual e político. Na sua prestação de serviços à comunidade, atua em cinco segmentos: no atendimento de crianças e adolescentes; no seminário, no cursinho pré-vestibular, no atendimento de adultos carentes e na missão religiosa.

    Padre Luiz Caetano Castro - responsável pela obra sócio educativa da Instituição.
    Padre Luiz Caetano Castro - responsável pela obra sócio educativa da Instituição.

    O padre Luiz Caetano Castro, padre Luizinho, atual responsável pela obra sócio educativa da instituição, desenvolve vários projetos com foco na melhoria da prestação de serviços à comunidade, bem como na manutenção da instituição. Para isso ele conta com parceiros. “A população, bem como o comércio, muito contribuem para o funcionamento do Educandário. Eu só tenho a agradecer esta ajuda, mas precisamos nos adequar para atender mais e de uma maneira melhor todos aqueles que passam pelo Educandário. Estamos caminhando bem, mas podemos melhorar ainda mais’, disse o sacerdote. A instituição é mantida por padres Rogacionistas desde 1950, quando instituíram a primeira casa Rogacionista no Brasil. Hoje são 12 distribuídas em todo país.

    No seu primeiro segmento de atuação, ou seja, na formação de jovens e crianças, a instituição atende a faixa de 07 a15 anos em regime de semi-internato. Esses jovens, em período contrário ao da escola, permanecem na instituição onde recebem formação para a vida, formação religiosa e, também, esportiva.

    As atividades se dividem entre os turnos escolares. Os que chegam pela manhã participam das oficinas que tem foco diferenciado conforme o período do ano, se preparam para as atividades escolares e almoçam no Educandário. Os que frequentam o turno da tarde almoçam, passam pelas oficinas, recebem lanche antes de retornarem às suas casas. A instituição tem capacidade para atender até 120 crianças e jovens, atualmente atende 85. O atendimento é totalmente gratuito.

    1 - A prática esportiva é desenvolvidada em várias modalidades, entre elas a natação. 2 - Entre as atividades de formação está a educação religiosa através da catequese ministrada por Pe. Guido. 3 - Atendimento durante o almoço no Centro Social Padre José Léo.
    1 - A prática esportiva é desenvolvidada em várias modalidades, entre elas a natação. 2 - Entre as atividades de formação está a educação religiosa através da catequese ministrada por Pe. Guido. 3 - Atendimento durante o almoço no Centro Social Padre José Léo.

     

    Entre os projetos para esta faixa etária está o novo parquinho que deverá ser construído em parceria com a Loja Maçônica Deus, Universo e Justiça e o programa Minas Olímpica, em parceira com a FESP Fundação de Ensino Superior de Passos. A instituição ainda mantém contato com a escola de futebol Tapetão, onde as crianças participam de treinamento. Também para atender esses jovens, a instituição deverá contratar um assistente social ou coordenador pedagógico para o acompanhamento educacional. Segundo padre Luizinho, a instituição está aberta para receber novos parceiros.

    A Instituição tem capacidade para atender até 120 crianças e jovens, atualmente atende 85. O atendimento é totalmente gratuito.

    No cursinho pré-vestibular, o Educandário tem condições de atender até 80 alunos. O número é cíclico, segundo o Padre. A rede de professores é formada com voluntários e, também por ex-alunos do Educandário. Através desse trabalho a Instituição procura preparar os jovens para o mercado de trabalho, bem como para o vestibular.

    Para a formação religiosa, o Educandário tem capacidade de receber até 12 aspirantes à vida religiosa, mas atua com sete. O Educandário é classificado como Seminário Menor, onde aqueles que almejam ingressar na vida religiosa concluem o Ensino Médio. Após esta fase são direcionados para outras unidades, onde possam prosseguir os estudos. Os padres rogacionistas fazem voto de pobreza e vivem em comunidade. No Educandário de Passos três sacerdotes dividem a função de organizar e administrar a obra. Padre Luiz Caetano Castro que é o responsável pela obra social e econômica; padre Mário Bandeira que é o formador do seminário e Padre Guido Montinelli que é o reitor do Educandário.

    Para os adultos o Educandário mantém atendimento no Centro Social Padre José Leo, onde oferece refeições gratuitas para população carente e andarilhos. A média de refeição/dia, sempre no almoço, é de 80 refeições.

    Na parte religiosa, o Educandário mantém atendimento em sua capela com duas missas diárias: às 7h e às 18h30, além de confissões diárias. A Paróquia Nossa Senhora das Graças também integra as atividades religiosas do Educandário.

    Estrutura

    Crianças participam da aula de artesanato, uma das atividades psicopedagógicas.
    Crianças participam da aula de artesanato, uma das atividades psicopedagógicas.

    A instituição também enfrenta desafios para manter o seu prédio em perfeitas condições. Em curto prazo deverá reformar todo o seu telhado, bem como a rede elétrica. Está trabalhando para regularizar as adequações exigidas pelo Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. “Sobrevivemos do nosso trabalho religioso e doações. Buscamos parceiros para efetivarmos todas as mudanças necessárias. Já encaminhei projetos para várias empresas e aguardo as respostas. Entre esses projetos está a criação da sala de informática com acesso a internet”,
    disse o padre.

    O Educandário promove quatro festas beneficentes ao ano: noite dançante; festa junina (já realizadas) bingo em outubro e porco à paraguaia em dezembro. Esse ano também ocorrerá a gravação do CD de Padre Guido, evento previsto para novembro.

    Com área disponível, Padre Luizinho pretende montar uma pista para caminhada, que pela facilidade de acesso, beneficiará muitas pessoas.

    Denise Bueno

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.