Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Comunidade

Colégio Tiradentes

  • O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos completou dia 21 de março, 45 Anos de funcionamento.

    Desde sua criação e em toda sua trajetória educacional, o Colégio Tiradentes vem primando por uma educação de qualidade, aliada à disciplina e ao respeito. Ganhou espaço na sociedade por ensinar a aprender, conquistou, com esforço, o título de um colégio forte e respeitado, prova disso são as constantes solicitações de vagas e o número elevado de inscritos para o sorteio das vagas remanescentes. Neste ano de 2011, por exemplo, foram 834 inscritos para 70 vagas.

    Ao longo desses anos, o Colégio passou por grandes transformações e consequentemente, as conquistas chegaram precocemente. Hoje o Tiradentes atende desde estudantes da 1ª série do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio, aumentando ainda mais a credibilidade junto à comunidade.

    A diretora pedagógica Janaína Aparecida Brasileiro Oliveira e o vice-diretor, Fernando de Almeida Oliveira.
    A diretora pedagógica Janaína Aparecida Brasileiro Oliveira e o vice-diretor, Fernando de Almeida Oliveira.

    Devido ao desenvolvimento de vários projetos, dá para ver o quanto o Colégio Tiradentes é engajado com a educação de seus alunos. Merecem destaque o programa de Iniciação Musical – parceria da Banda de Música do 12º BPM com o colégio, onde os alunos estudam música e aprendem a tocar um instrumento e o “Escola de Pais”, encontro de pais que debatem e trocam experiências relacionadas à educação dos filhos, entre muitos outros.

    Apesar de não dispor de uma sala de recursos (Projeto Implantado pela SE em parceria com SER) que atenda alunos com necessidades especiais, mas “de olho” nessa necessidade, o Colégio se organiza para atender alunos com necessidades educativas especiais, e conta com a sala de recursos da Escola Estadual Deus Universo e Virtude onde o aluno João Marcos, da 3ª série, é atendido em horário extra turno. E conforme a direção do Colégio, ele gosta muito das atividades.

    Para a ex-aluna e hoje diretora pedagógica do Tiradentes, Janaína Aparecida Brasileiro Oliveira, o objetivo do Colégio é continuar investindo e incentivando todos que passam pela escola. “Atualmente vive-se em uma época de mudanças de hábito de vida, desenvolvimento tecnológico e facilidade de informações. A sociedade está mais exigente e o mercado de trabalho, mais competitivo, assim intensifica-se a missão do Colégio: continuar o processo de formação de cidadãos conscientes, íntegros, comprometidos com a sociedade e preparados para lidar com o mundo globalizado”, ressalta Janaína.
    Disciplina, civismo e cidadania

    O vice-diretor, Fernando de Almeida Oliveira, explica que uma característica do ensino no Tiradentes é a formação integral do aluno, que é preparado para exercer conscientemente seus compromissos cívicos e de cidadãos numa sociedade em constante transformação. “A consciência da importância do cumprimento de seus deveres auxiliam, de forma decisiva, na orientação e formação do aluno para o mercado de trabalho. Quem passou por aqui, ao chegar de outras instituições de ensino, percebe o diferencial da bagagem conquistada. Como ex-aluno, mantenho o sentimento de disciplina, civismo e cidadania”, revela Fernando, vice-diretor do Colégio.

    Kele Rejane Lima, professora de Português, Redação e Literatura, diz que celebrar esses anos de trabalho em um lugar de renome na cidade e em nível de melhor escola, é muito gratificante. “Leciono há três anos no Tiradentes, sou ex-aluna e atualmente tenho uma filha estudando no Colégio também. Para mim, é mais que uma honra estar aqui, pela dimensão que o colégio tem na cidade. Posso dizer que sou realizada pessoal e profissionalmente”, relata Kele.

    O aluno Rafael Garcia Silveira, de 16 anos, gosta muito de estudar no Tiradentes. “Estudo aqui desde a 6ª série e nunca pensei em sair. Hoje tenho disciplina em tudo o que faço e se sou assim agradeço ao Colégio Tiradentes. Não é a toa que a escola tem a fama que tem”, admite o aluno.

    A estudante Luiza Guedes de Castro, 13 anos, tem opinião semelhante. “Adoro estudar no Tiradentes. Também estou desde a 6ª série e me dou bem com todo mundo. O Colégio e os professores são excelentes, vejo que, estudando aqui, minhas chances no mercado de trabalho no futuro serão maiores”, fala a estudante.

     

    Tenente Coronel diz que colaboradores foram essenciais na edificação e desenvolvimento do Colégio Tiradentes

    Tenente Coronel da Polícia Militar e também Diretor Administrativo do Colégio Tiradentes Ronaldo Resende dos Anjos.
    Tenente Coronel da Polícia Militar e também Diretor Administrativo do Colégio Tiradentes Ronaldo Resende dos Anjos.

    Para o Tenente Coronel da Polícia Militar e também diretor administrativo do Colégio Tiradentes, Ronaldo Resende dos Anjos, o Tiradentes alcançou a maturidade devido à participação de inúmeros colaboradores. “No princípio, como “timoneiro”, um religioso (Capelão João) e ao longo da história, oficiais (Capitão Paulo e Ten. Cel Marcos) e especialmente profissionais da educação como diretores pedagógicos e, pela primeira vez na direção pedagógica, ex-alunos do Colégio.”

    Ele avalia que a Corporação do Tiradentes é bem aceita pela comunidade e auxilia na formação educacional e de cidadania dos jovens estudantes. “É a certificação da qualidade do ensino ofertado pela nossa instituição Polícia Militar. Como ex-aluno e filho de ex-funcionários do Colégio dou o testemunho da qualidade, do compromisso, da responsabilidade e da dedicação do corpo docente e de serventuários que ao longo destes 45 anos labutaram para garimpar pedras brutas e transformá-las em diamantes”, atesta o Tenente Coronel Ronaldo Resende dos Anjos.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.