Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Informe Publicitário

Tumores Malignos do Útero

  • Centro Médico Integrado em Oncologia e Cirurgia.

    O útero é o órgão feminino localizado na pelve, cuja principal função é receber o óvulo e servir de suporte para o desenvolvimento do embrião e formação do feto. Porém ele está susceptível ao desenvolvimento de tumores benignos e também malignos, de alto grau de agressividade e desenvolvimento de metástases, lesões a distância. Os tumores malignos mais comuns do útero são: os tumores do colo de útero, os tumores de endométrio e os sarcomas uterinos.

    Câncer do colo do útero

    Segundo dados do Inca - Instituto Nacional do Câncer, os tumores do colo do útero são o segundo tipo de câncer mais comum nas mulheres, ficando atrás apenas do câncer de mama, sendo também a quarta causa de morte devido ao câncer em mulheres. As principais causas da doença incluem o vírus HPV, papiloma vírus humano, tabagismo, dentre outros. A doença na maioria dos casos começa de forma incidiosa, que com o tempo passa a apresentar potencial agressivo. Devido ao exame preventivo de Papanicolau, a doença pode ser diagnosticada nos estágios precoces e ter altas chances de cura.

    Dr. Cleuber.

    Os sintomas da doença incluem o corrimento vaginal fora do habitual, sangramentos leves, fora do período menstrual, dores durante a relação sexual, ducha íntima ou no exame ginecológico. O diagnóstico é feito por colposcopia e biopsia do colo uterino. Após confi rmação existem modalidades isoladas ou combinadas de tratamento, dependendo do estágio da doença. O diagnóstico precoce da doença tem grande impacto no menor número de sequelas do tratamento. 

    Câncer do endométrio

    O endométrio é a parte interna do útero, responsável por nutrir o embrião durante o seu desenvolvimento. Quando a mulher não está em gestação, o endométrio é eliminado regularmente, durante a menstruação. O câncer de endométrio basicamente, pode ter como causas fatores relacionados ou não ao hormônio estrógeno. Os tumores relacionados ao estrógeno, geralmente são menos agressivos e estão relacionados principalmente  a obesidade, nuliparidade (não ter fi lhos), níveis elevados de estrógeno (hormônio feminino), hipertensão arterial e ao diabetes melittus. Já os tumores não relacionados ao estrógeno são mais agressivos, e atingem idades mais avançadas. O sinal mais comum é o sangramento uterino em período e quantidade anormal. Principalmente quando acontece na menopausa. O tratamento também é combinado, com uma ou mais modalidades, incluindo cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

    Aparelho reprodutor feminino.
    Aparelho reprodutor feminino.

    Sarcomas de útero

    Os sarcomas são um tipo bem raro de neoplasias malignas do útero. Geralmente eles se desenvolvem de estruturas de sustentação do órgão. Como por exemplo o músculo do útero. São tumores que apresentam crescimento relativamente rápido, e podendo se apresentarem com grandes massas palpáveis no abdome. Embora seja também raro, um mioma, um tumor benigno muito comum do útero, pode desenvolver malignização e se transformar em um sarcoma maligno do útero. O tratamento deste tipo de câncer é basicamente cirúrgico, podendo também ter como complementação a radioterapia e a quimioterapia.

    A mulher deve sempre se prevenir, buscando sempre conhecer seu corpo, fazer exames preventivos e consultar o médico regularmente.

     

    Tumores Malignos do Útero

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.