Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Foco Online

Casais bem sucedidos se vêem como eternos namorados.

  • Por Ana Flávia Soares

    .


    Você já parou para pensar o porquê alguns casais conseguem viver uma vida de longos anos juntos enquanto outros não conseguem estabelecer uma boa convivência nem ao menos no primeiro ano de casados? Qual é a diferença das pessoas que conseguem manter a chama do amor acesa em suas relações – mesmo que de muitos anos – para aquelas que não sentem se quer admiração pelo outro? A resposta é: empenho e dedicação para cultivar a qualidade do amor entre as duas pessoas.

    Um relacionamento amoroso passa por muitos desafios até que chegue ao seu amadurecimento. Mas o fato é que o sentimento de amor e conexão é o elemento primordial entre as duas pessoas para que seja possível o desenvolvimento da tolerância dentro de uma relação. Nós só conseguimos suportar as características de outras pessoas quando temos um sentimento de amor por elas que sobrepõe o conflito dentro do relacionamento.

    Qual é a diferença entre casais de jovens namorados para aqueles que já estão juntos por longos anos? A empolgação inicial com o novo sentimento de amor, a vontade de querer estar junto o tempo todo, o interesse em descobrir aspectos da personalidade do indivíduo, a total disposição em vivenciar grandes momentos e construir memórias. Entretanto, vemos que com o passar do tempo de convivência e o comodismo do dia a dia, nos acostumamos facilmente com o sentimento de amor e paramos de desenvolvê-lo como fazíamos no início da relação.

    Casais que se mantém juntos por longos anos de vida não se acomodam com o amor, pelo contrário, eles desenvolvem formas de renovar os sentimentos, amar sempre mais para manter a empolgação e continuar desenvolvendo formas de fazer com que a convivência entre o casal seja cada vez melhor. Casais que perpetuam suas relações se vêem como eternos namorados –  investem continuadamente em novas formas de fazer a outra pessoa mais feliz.

    De que adianta alcançar grandes conquistas materiais com a parceria de uma relação, se quando faltam afeto e cuidado no futuro tudo acaba sendo dividido? De que vale sonhar com grandes conquistas e, ao tê-las, esquecer-se do apoio que foi dado para que elas se realizassem? Sabemos que tudo aquilo que não é cultivado pelo homem tende a morrer. Quando já não há mais motivos para querer renovar o sentimento de amor é porque ele já não é mais vibrante como foi um dia.

    Renove o sentimento de amor, melhore continuadamente o relacionamento que você e seu parceiro construíram, desenvolvam estratégias bem sucedidas para seu desenvolvimento amoroso  entendendo que, como qualquer outra área da vida, esta também necessita de muito entusiasmo e empolgação para que fique sempre melhor.

    5 Dicas de como tratar seu companheiro (a) como um eterno namorado (a):

    1. Estabeleçam novos objetivos continuadamente– novos desafios farão com que vocês planejem novas ações em conjunto para concretizar novas metas.
    1. Faça surpresas continuadamente– encontre formas de arrancar novos sorrisos pelas pessoas que você ama com pequenos gestos e surpresas que a farão pensar no significado da relação.
    1. Mantenha antigos hábitos do tempo de namoro– comemorar o dia do primeiro beijo, assistir novamente um filme especial, marcar encontros ao longo da semana, lembre-se de quais eram os hábitos que vocês tinham como namorados e não deixe de fazê-los.
    1. Crie um rito do casal– desenvolva um programa que juntos vocês gostam de apreciar e busque vivê-lo com freqüência para que vocês estejam conectados por ritos.
    1. Faça declarações e elogios– como no início do namoro, mantenha-se elogiando seu companheiro (a), enfatizando os motivos pelos quais você tem admiração por ele.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.