Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Garota da Foco

DIGITAL INFLUENCER

  • Uma nova e interessante profissão surgiu com a evolução da internet e, com isso, uma nova forma das pessoas consumirem informações e produtos. Uma influenciadora digital é a pessoa capaz de influenciar o comportamento e opinião de milhares de pessoas por meio do conteúdo que publica em seus canais de comunicação que podem ser: Instagram, Facebook, Twitter, YouTube, dentre outros. A profissão de digital influencer surgiu por intermédio das redes sociais. Pessoas com milhares de seguidores perceberam a internet como uma oportunidade de negócio. Graças ao seu alcance por meio de likes, comentários e compartilhamentos, influencers passaram a ser vistos e valorizados em sua nova forma de trabalhar, dando início a uma nova profissão.

     

    .


     

     

     

    Créditos:
    Fotos: Eloisa Silveira   -  Idealização e Realização: Fabíola Pimenta Coelho Castro  -  Agradecimento: Requinte Decorações (tapete)

    Conheça, a seguir, a história de 5 grandes INFLUENCIADORAS DIGITAIS de Passos, de como tudo aconteceu... o início de cada uma...

     

    .

    BRENDA MELO

    No meu instagram (@bemelos) vocês vão ver de tudo um pouco. Conteúdos de moda, tendências, treinos, além de várias dicas, passeios e comidas gostosas. Tenho 25 anos e essa é minha história:

     
    Sou formada em Administração de Empresas pela Municipal de Franca (Uni Facef), influenciadora digital e empreendedora. Acho que as três profissões andaram juntas no decorrer dos anos em minha vida, mesmo que inconscientemente. "Cresci no meio empresarial. Meus pais sempre foram comerciantes, começaram a vender produtos no meu quarto, depois passaram pra sala, depois pra um cômodo na frente da nossa casa e depois abriram loja. Sempre trabalharam muito e me mostraram o valor das coisas. Acho que as experiências que tive foram sendo adquiridas no decorrer de todos esses anos, desde criança, e foi aí que começou a crescer em mim a vontade de conectar pessoas à produtos. Quando começou o “boom” do Facebook, em 2012, eu já estava lá divulgando os produtos da loja dos meus pais e vendendo através da internet. No meu perfil, sempre amei dar dicas do que eu comprava, usava, gostava, e isso também criou um vínculo legal com as pessoas que já me acompanhavam, começando aí uma conexão maior com meus poucos, mas fiéis “seguidores”. Há 5 anos quando meus pais se separaram, eu e minha mãe começamos do zero novamente. Começamos a vender roupa em casa, e também massa de pão de queijo (minha mãe faz uma maravilhosa e vendíamos super bem, só paramos por falta de tempo mesmo). "Eu estudava em Franca (ia e voltava de ônibus todos os dias), ia pra São Paulo com minha mãe fazer compra das peças, e as divulgava no Instagram e Facebook. Foi uma época difícil, mas que nos ensinou muito, e com certeza foi primordial para meu início como influenciadora digital. "Minha primeira parceria há 4 anos foi em uma esmalteria (inclusive estamos juntas até hoje), e quando fui convidada para fazer as unhas lá em troca de divulgar a empresa eu achei O MÁXIMO. Mesmo mostrando muitas coisas pelo meu perfil e pelo perfil da loja da minha mãe, eu nunca havia imaginado ganhar as coisas (pensava que era só isso, ganhar coisas), em troca de divulgar a empresa. Com o passar do tempo, as lojas foram aparecendo, começaram a curtir meu trabalho, a me procurar para parcerias. Comecei a enxergar isso como um trabalho, e a partir daí vi que deveria cobrar por isso, pois meu trabalho ajudava as lojas a terem um retorno melhor. O segredo não estava (e não está) em quantos seguidores eu tinha, mas sim em quantos seguidores eu convertia em possíveis clientes, e esse é um dos focos principais quando divulgamos uma loja. "Diferente do que muitos pensam, ser influenciador digital vai muito além de ganhar as coisas. Claro, no começo não ganhava nem 1/4 do que ganho hoje, e acho que ter essa consciência - que nunca começaremos do topo - foi o divisor de águas para minha evolução. "Hoje, com exatos 35 mil seguidores, me sinto completamente feliz e realizada com meu trabalho. Infelizmente não consigo conciliar o trabalho na loja da minha mãe com os trabalhos de influenciadora, pois esse trabalho já me consome bastante. Faço em média 3 a 4 lojas por dia, mostrando meu estilo, as novidades, coleções novas, promoções, etc." Além das divulgações de loja, mostro minha rotina, meu estilo de vida. Quem me acompanha sabe o quanto amo treinar, e em contrapartida não abro mão de uma pizza, um hamburguer, e umas bobeirinhas. Esse é meu estilo de vida, e o vínculo que criei com meus seguidores se estreitou por justamente ser eu mesma, em todos os momentos ali atrás da câmera do celular. Apareço descabelada e também arrumada, apareço treinando e também nas horas de descanso, apareço comendo bobeira e também fazendo minha dieta. Meu Instagram é minha Vida Real, e isso faz com que eu me conecte ainda mais com os seguidores que identificam com meu dia a dia. E ter pessoas que gostam de mim, que me acompanham, e que acreditam no que eu falo e faço, é muito realizador. Costumo dizer que Deus me abençoou muito com esse dom, mas nunca foi sorte, eu sempre trabalhei muito pra estar onde estou. E nunca paro, eu sempre quero mais!

     

    .

    FRAN BARBOSA

    Meu nome é Francine, tenho 23 anos e sou digital influencer. Tudo começou após o nascimento do meu filho. Comecei a seguir blogs maternos e a me interessar em compartilhar meu dia a dia, dificuldades e dicas de maternidade. Sem imaginar na proporção que isso poderia tomar tive um alcance muito alto de mulheres, mães (sendo 90% do meu público) que se interessavam não só em assuntos relacionados à maternidade, mas também em outros temas que gosto muito e comecei a abordar como moda, beleza, e um dos meus maiores hobbies: receitas saudáveis.
    Hoje, grávida do meu segundo filho, usufruo o máximo que posso e da melhor forma da minha influência sobre as pessoas, meu propósito é mudar vidas e ser inspiração para muitas mulheres e tudo que engloba esse tópico.
    Espero que tenham gostado um pouco da minha história como essa nova profissão que vem crescendo cada vez mais. @franbarbosablog

     

     

    .

    Bruna Gazeta
     

    Olá!
    Sou mineira, Designer de Moda por formação, apaixonada pelo universo fashion desde pequena, modelo, curiosa, caçadora de tendências, sempre em busca de novas experiências!
    No meu instagram @bruna.gazeta compartilho o meu dia a dia, looks, tendências, viagens, eventos e dicas. Busco sempre me aprimorar para trazer o melhor conteúdo para os meus seguidores, que são “meus amores”.
    Mas como comecei a carreira de Digital Influencer? Logo após terminar a faculdade de Moda e Design me mudei para Belo Horizonte – MG, a fim de dar continuidade aos meus estudos. Ingressei-me na UNA no MBA Direção Criativa de Moda, e foi aí que tudo começou. Uma das matérias do curso era impulsionar um perfil, pessoal ou comercial nas redes sociais, para assim alcançar mais pessoas, um público em potencial, e escolhemos a plataforma Instagram para isso. Como na época eu não tinha uma marca, resolvi desenvolver o meu perfil pessoal, afinal, se eu ganhasse seguidores que gostassem do meu estilo, com certeza eles comprariam qualquer produto que eu viesse a oferecer. Traçamos um público-alvo e sobre o que eu falaria no meu perfil. Como o conteúdo é o mais importante, no meu caso foi a moda. Comecei a dar dicas sobre as tendências que estariam presentes na próxima coleção e como usá-las. Eu vinha para Passos quinzenalmente e quando chegava aqui o trabalho era dobrado, porque eu precisava de imagens para agregar às minhas dicas, então eu ia até as lojas onde eu era cliente e pedia algumas peças emprestadas para montar uma produção e fotografar. Durante o curso de Moda e Design tive aulas de fotografia, comprei uma câmera profissional, fiz um curso particular e ensinei minha mamis a fotografar também para me ajudar (depois ela também fez um curso profissional). Enfim, eu passava o final de semana produzindo imagens que seriam usadas durante a semana no meu curso. Em um desses finais de semana, a dona de uma das lojas manifestou seu interesse em dar alguns brindes para eu sortear para os meus seguidores. E eu perguntei espantada: “Como assim? Que seguidores?” Ela então me contou que muitas pessoas chegavam na loja com minha foto pedindo aquele produto, e que as vendas tinham aumentado bastante. Eu fiquei muito feliz e surpresa ao mesmo tempo: enfim, eu estava influenciando mesmo!! Aceitei fazer o sorteio e convidei mais algumas lojas para participarem. Foi um sucesso! Um dia depois de lançar o sorteio eu ganhei ainda mais seguidores e passei a receber mensagens de várias outras lojas querendo saber como funcionava meus sorteios, pois também queriam participar. Foi tudo muito natural e inesperado. Comecei a fazer mais sorteios, e quando voltei para Passos as lojas começaram a me convidar não só para tirar fotos das roupas (o que eu já fazia como modelo desde os 12 anos), mas também para divulgar essas fotos no meu Instagram. Por ser algo muito novo eu procurei algumas meninas no Instagram que já estavam fazendo esse tipo de trabalho e pedi dicas, elas me ajudaram muito. No começo eu não sabia como cobrar, e nem se podia cobrar, então eu fazia permutas (tirava fotos, divulgava e recebia peças de roupas/calçados/acessórios em troca). Em pouco tempo, tudo tomou uma proporção muito grande e eu corri atrás para ser o mais profissional possível. Criei um mídia kit, conversei com pessoas ligadas à Publicidade e Propaganda e à Moda, fiz parcerias com maquiadores, com meu cabeleireiro, investi em uma lente nova para minha câmera profissional, troquei meu celular, fiz (e ainda faço) muitos cursos de atualização, enfim, tudo para oferecer o melhor em questão de divulgação. Entendi que uma nova forma de propaganda estava nascendo ali, mas uma propaganda diferente, uma propaganda real, afinal, as pessoas queriam saber o que eu realmente gosto e uso. Por isso, sempre tomo muito cuidado ao escolher meus parceiros, afinal, se eu não me identificar com o produto/serviço, não vou conseguir passar a verdade e isso será ruim para as duas partes. Foquei em montar um Instagram voltado para a moda, beleza e meu dia a dia, e dividir o melhor desse mundo com meus seguidores, que eu chamo carinhosamente de “meus amores”. Sinto-me muito realizada como influenciadora digital; através dessa profissão eu consegui unir tudo que eu amo “moda, produção, fotografia, escrever, viajar...” Também através dela consegui juntar dinheiro e lançar minha marca de semijoias, a BG joias e semijoias, hoje online. Além da divulgação local, atualmente sou embaixadora e parceira de marcas de todo o Brasil, entre elas BanaBana, Moikana, Charry, Gata Bakana, Vicenza, Tabita... Marcas muito reconhecidas no cenário fashion nacional. Já viajei para vários lugares do Brasil fotografando e também para o México e a África do Sul, e quero crescer e me superar cada dia mais. Nada é fácil, tudo vem com muita luta, mas sem deixar os “nãos” me abalarem. Tenho plena convicção de que quando a gente faz o que ama, sempre vale à pena!
    Quero encerrar essa matéria agradecendo a FOCO pela oportunidade, aos meus pais que sempre fizeram o possível e o impossível para me apoiar, aos meus amigos e parentes que me incentivam e torcem por mim, e a Deus por me dar direção e força para ir atrás dos meus sonhos. Gratidão!

    Beijinhos, Bruna Gazeta



     

    .

    PRISCILA MOURÃO

    Olá, sou Priscila Mourão, tenho 38 anos, nascida na cidade de Piumhi – Minas Gerais.
     

    Sou formada em Moda pela Faculdade Moura Lacerda em Ribeirão Preto.
    A habilidade em produção de moda e modelo fotográfico me acompanha desde muito pequena, quando transformava toalhas de mesa em vestidos e pratos descartáveis em chapéus; tudo devidamente registrado pelo pai fotógrafo. Na infância e adolescência já participava de desfiles e ensaios fotográficos como modelo.
    Como modelo de Agência em São Paulo, participei de vários ensaios para revistas e comercial de TV, seguindo com a mesma prática em Ribeirão enquanto cursava a faculdade. Amante que sou, da Produção de Moda, fiz meu estágio na Revista Vogue/SP.
    Retornando a Passos, com a ascensão da moda local, trabalhei por 11 anos como estilista de importantes fábricas. Minha entrada para as mídias digitais foi natural, pois meu mundo sempre foi o da Moda e a Era Digital fez-me sentir a necessidade e segurança de migrar para esse universo, uma vez que tenho formação específica  e vários anos de experiência na produção de Moda.

    Quero agradecer aqui a todos que me acompanham, à minha amiga Bruna Gazeta, que muito me ensinou e à todos os meus clientes e parceiros por acreditarem no meu trabalho. Eu amo o que faço e visto a camisa de todos com muito amor e dedicação. (@priscilamourao)
     


     

    .

    BRUNA CALIXTO

    Olá, tenho 36 anos, sou casada há 13 anos com o Adriano e temos um filho, o Kaká.
    Sou enfermeira, e quando nos casamos fomos morar em Pirapora-MG. Lá eu exerci a profissão por 8 anos e também tive uma loja de roupa feminina!! Então, trabalhava muito. Quando voltamos para Passos, tentei emprego na minha área da saúde e não conseguia, tentei em lojas também, busquei roupas em São Paulo pra vender...
    precisava produzir!!! Era acostumada com meu ritmo bem acelerado... e como não estava trabalhando, estava meio desesperada. O fato de não “produzir”, de ficar em casa o dia inteiro, me gerava uma angústia enorme. Comecei a vender Mary Kay, vendia queijo na porta da escola do Kaká, estava tentando me adaptar, tentando me reerguer...  nossa mudança para Passos tinha ocorrido em um período meio conturbado da nossa vida, eu precisava ser forte, eu até tentava, muitas pessoas não sabem, mas eu estava em um  dos meus piores momentos. Um dia acordei e dormi chorando, e nesse dia minha irmã me ligou, ela e minha mãe, preocupadas, percebiam como eu estava... muito triste, coisa que nunca fui...  era uma tristeza sorridente , um sorriso vazio!!! Foi em uma destas situações que minha irmã me deu um toque, sempre amei maquiagem e gostava de me maquiar e maquiar outras pessoas.
    Aí veio a luz no fim do túnel, ela me disse que lá em Sete Lagoas estava na moda as maquiadoras saírem do salão e montarem seu espaço, e me deu a ideia de fazer um curso profissional!!! No mesmo dia eu já me inscrevi em um curso no mesmo perfil desses que eu ministro. Fiz o curso na quarta, e no sábado já tinha cliente agendado... daí veio mais um desafio , precisava comprar os materiais, pagar o curso, e não queria precisar pedir ajuda financeira porque aquele nosso momento de mudança já estava sendo bem complicado!!
    Foi aí que tive a ideia de dar o curso de automaquiagem, para pagar esse investimento que tinha feito.

    Confesso que não foi fácil, nunca tinha ministrado um curso de automaquiagem e nem sabia por onde começar... fui literalmente com a cara e a coragem! Naquele momento eu não tinha outra escolha, ou DAVA certo ou DAVA certo... assim, ministrei o primeiro curso de automaquiagem, no impulso... e foi um sucesso! Daí pra frente nunca mais parei, fui uma das pioneiras aqui em Passos com os cursos, com a forma de divulgar esse trabalho! Comecei a maquiar as pessoas amigas só para postar as fotos delas no meu Instagram, aí ia lá no perfil dela e começava a seguir todas as amigas dela!!! Para as pessoas me enxergarem, sabe? Ninguém me apresentou: “Olha, essa é a Bruna, ela é maquiadora“... eu ia de porta em porta nos salões, pedindo oportunidade, pedindo ajuda, muitas pessoas nem sequer me receberam, ou deixaram eu me apresentar. Alguns, bem poucos, foram super gentis e ao menos me escutaram. Talvez estes nem se lembrem de mim, mas tenho um carinho muito especial por eles até hoje! Aqui em Passos, naquela época, não havia lojas especializadas em produtos de maquiagem, e sempre que eu ia a alguma farmácia, ou alguma loja dessas que vende de tudo, quando via alguma coisa legal, postava na rede social, no Instagram, para tentar ajudar as alunas do curso de automaquiagem que tinham muita dificuldade em encontrar os materiais.
    Lembrando que, nesse momento, enquanto tentava conquistar meu espaço como maquiadora, estavam muito bem encaminhados os cursos de automaquiagem...
    Como postava no Instagram sobre as dicas de onde encontrar os produtos, (lembrando que postava para ajudar as alunas, não tinha intenção nenhuma de me tornar digital influencer) nesse meio tempo os lugares que eu falava que tinha as maquiagens, eles começaram a entrar em contato comigo, tipo “Você que é a Bruna??? Você que falou que aqui tem aquele pincel???  Nossa, tudo que você fala que aqui tem, acaba! Você não quer vir aqui uma vez por semana falar e a gente fazer uma parceria???
    Como assim??? As pessoas já estavam me conhecendo??? Tendo a mim como referência??? Tão rápido assim!!!
    Foi... foi super rápido, aí as empresas já começaram a me procurar, e a coisa começou a ficar realmente séria, profissional mesmo, o que antes era permuta, começou a ter valor, contrato, um vínculo além de uma parceria, um crescimento mútuo!!! E cada dia tem sido melhor, maior, além do que eu espero ou imagino!!! Hoje preciso limitar minhas parcerias. A partir deste ano limitei uma quantidade, nunca imaginei que um dia eu tivesse que dispensar uma parceria rsrs, mas não é questão de dispensar, é não poder fazer ou atender toda demanda que tenho graças a Deus, hoje tenho um valor que me permite fazer o que comecei a fazer em 2020, um limite de parceiros, com trabalhos mais qualificados e buscando não perder o foco de mostrar sempre quem eu sou, minha rotina, minha vida, passar para as pessoas minha essência e meus valores também. Hoje quero fazer do meu nome uma marca, e preciso que as pessoas mergulhem em cheio na pessoa Bruna Calixto que sou! A confiança que conquistei com o meu público é inacreditável e consigo sentir tudo isso, é incrível, isso não tem preço, as pessoas te verem na rua e quererem te abraçar, elas conseguirem sentir quem realmente você  é!!! Sou maquiadora, foco sempre nisso, não abro mão das minhas maquiagens, dos meus cursos, fui premiada ano passado como maquiadora destaque de MG, mas sou também digital influencer e minha renda hoje se divide igual nas duas profissões!!! Ganho dinheiro simm, fazendo o que amo e com muito orgulho, mas o mais importante além do dinheiro são as pessoas saírem daqui do meu studio, me darem um abraço e falar “nossa, eu amei a maquiagem, mas eu amei te conhecer também, você é tudo aquilo que a gente vê nas redes sociais, muito obrigada!!” Senhooor, isso não tem preço!! Receber mensagens de agradecimento por conseguir influenciar e incentivar pessoas, principalmente mulheres a se desdobrarem em mil, entre profissionais, mãe, esposa, dona de casa, e estar sempre com um sorriso no rosto!!! Essa sou eu, sou muito feliz pela história que venho lapidando, sou a prova viva que você pode levantar do fundo do poço, quando tudo à sua volta parece não ter mais jeito , você pode mudar e fazer uma história completamente diferente, eu fiz isso, e fiz sozinha, ninguém fez nada por mim!!! Como eu disse, eu sou responsável por quem hoje eu sou!! Então não espere as coisas se ajeitarem, levante e faça você mesma a sua história!! Não desista de você, não desista dos seus sonhos!! Acredite, você é capaz!! (@brunacalixtomake)

     

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.