Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Informe Publicitário

Movimento da Unificação - Passenses são homenageados em São Paulo

  • Maurício Raimundo Baldini e José Bonifácio Pereira receberam uma placa comemorativa pelos 40 anos dedicados à Associação das Famílias para a Unificação e Paz Mundial, da qual estão entre os pioneiros no Brasil

    Na foto à esquerda, Maurício Baldini, e na foto à direita, José Bonifácio recebendo uma placa comemorativa pela colaboração no Movimento da Unificação e Paz Mundial.
    Na foto à esquerda, Maurício Baldini, e na foto à direita, José Bonifácio recebendo uma placa comemorativa pela colaboração no Movimento da Unificação e Paz Mundial.

     

     
    Em 1º de maio de 1954, na Coreia do Sul, Sun Myung Moon, o Reverendo Moon, fundava a Associação do Espírito Santo para a Unificação do Cristianismo Mundial (AESUCM). 
     
    Em fevereiro de 1973, um grupo de associados daquela teologia liderados pelo passense e teólogo Paulo Juarez Pereira, que já havia tido uma experiência de atuação nos Estados Unidos, fundava em Passos a primeira representação dessa entidade no Brasil. 
     
    Dentre os fundadores do Movimento da Unificação (nome pelo qual a entidade é também conhecida) também estavam os passenses José Bonifácio Pereira, hoje servidor aposentado, seu sobrinho Maurício Raimundo Baldini, professor e conferencista, Maria da Penha Pereira Alonso, Maria de Fátima Cardoso da Silveira, Mercedes Silva Alux, José Maria Martins Mota, Gesner Faria de Castro e João Urias de Souza (de Itamogi), entre outros, que ajudaram Paulo Juarez na expansão nacional do movimento, fundando sedes no Rio de Janeiro em 1974 e em São Paulo em 1975.
     
    Pela colaboração no Movimento durante quarenta anos, Maurício e José Bonifácio foram homenageados pela entidade, sendo contemplados com uma placa comemorativa. A solenidade foi realizada em São Paulo, em 22 de novembro de 2015, na Sede do Movimento, no Bairro de Pinheiros.
     
    A placa tem as assinaturas do Líder Continental da América do Sul, Dong Mo Shin, e de Koichi Sasaki, presidente da Associação das Famílias para a Unificação e Paz Mundial, nome atual da entidade no Brasil.
     
    “Para nós, passenses, como o Movimento começa efetivamente em Passos em 1973, é uma grande honra porque acredito que estamos contribuindo para o verdadeiro entendimento da palavra de Deus, escrita na Bíblia, e dando nossa parcela de contribuição para a construção de uma sociedade ideal”, disse Maurício Baldini.
     
    “Para mim é de muita importância essa homenagem porque ela indica que as primeiras pessoas do Brasil a terem conhecimento do Completo Testamento são de Passos e nós achamos que o Completo Testamento é a nova página teológica que vai incentivar e renovar o futuro do cristianismo mundial”, disse José Bonifácio.
     
    A teologia apregoada pelo Reverendo Moon – O Completo Testamento – tem como base uma nova interpretação dos textos do novo e antigo testamento e contempla uma visão contemporânea da Bíblia. “A historicidade da Bíblia é algo que se aplica hoje”, disse Maurício. Ele cita exemplos como a história de Adão e Eva, que foi harmonizada pelo Movimento da Unificação, a partir das teorias do criacionismo (religiosa) e da evolução (científica). “Nós acreditamos que houve uma evolução dirigida por Deus”, explica.
     
    A interpretação da Bíblia pelo Movimento está no livro “Princípio Divino” (O Completo Testamento), escrito pelo Reverendo Moon. É uma nova página do conhecimento teológico, que poderá ser do interesse dos diversos segmentos religiosos cristãos e tem a proposta de união das interpretações bíblicas no sentido de fundar efetivamente o Reino de Deus na Terra, nos termos da revelação apresentada pelo Princípio Divino.
     
    Mais informações sobre o Movimento da Unificação em Passos podem ser obtidas no Instituto Dr. Sun Myung Moon, pelo telefone 3521-7929 ou email: [email protected] A sala de reuniões e estudos fica no edifício Satélite (prédio Banco do Brasil), 8º andar, sala 806.

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.