Última Edição
Nov/Dez 2019
 Nov/Dez 2019

Esporte e Saúde

A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NAS CRIANÇAS

  • Marcelo Campos Machado
  • .

     

     
    Este tema já foi abordado aqui em 2012, mas vale reforçar porque considero muito importante a atividade física na fase escolar de uma criança. Conforme a Organização Mundial da Saúde, as crianças de 5 a 17 anos precisam de sessenta minutos de exercícios diários para terem uma melhoria na capacidade cardiorrespiratória, fortalecimento nos ossos e músculos, e claro, tudo para o combate à obesidade, a ênfase é nos exercícios aeróbicos, que vão desde brincadeiras e jogos à prática esportiva. 
     
    Uma pesquisa realizada nos EUA pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos mostra que menos da metade dos jovens americanos segue esta orientação. No Brasil, infelizmente, não temos estas estatísticas. Aqui, nas escolas, são ofertadas apenas duas aulas de Educação Física por semana e as crianças já não brincam mais nas ruas, por questões de segurança. Uma das alternativas seriam as atividades extracurriculares; natação, lutas, futsal, futebol, basquete, voleibol, ou seja, atividade física com movimento de moderado a intenso.
     
    O professor de Educação Física Rafael Kanitz Braga, mestre em Ciências do Movimento Humano e docente da PUC-PR, destaca que é importante incorporar as atividades físicas desde a educação infantil, sejam espontâneas ou direcionadas, para que elas se tornem rotina na vida adulta. “Para um ser humano em pleno desenvolvimento do sistema neuromotor, a estimulação é determinante”, conclui Rafael.
     
    Na infância, estas atividades têm que ser de forma lúdica, regras e competição estão num outro patamar. O ideal é que a criança possa escolher aquele esporte que mais lhe atrai. Hoje muitos esportes “não tradicionais” estão ganhando espaço, tais como: capoeira, circo, karatê, jiu jitsu, ciclismo, tênis. As sugestões dos pais são importantes, mas a criança deve fazer a atividade física que lhe for mais prazerosa e motivadora.
     
    Por outro lado, as crianças precisam de um tempo livre, para brincar com outras coisas, para ler, e muito mais. Criança é criança e não um “pequeno adulto”.
    Com tudo isto, ao levar seu filho para uma atividade física, pratique também o seu esporte, o seu corpo agradece.
     
    por Marcelo Campos Machado

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.