Última Edição
Janeiro/Março 2020
Janeiro/Março 2020

Literatura e Cultura

Nasce mais uma obra

  • O escritor RICARDO BASTOS MACHADO acabou de publicar o seu 15º livro, do total de 21 obras escritas, intitulado O CÉU DAS PIPAS, infantojuvenil. Trata-se da emocionante história de Varal, um menino humilde e sonhador, amigo do vento, que foi conduzido ao céu por sua pipa dourada. Um livro com uma linda história, didático, cujas gravuras podem ser coloridas pelo leitor.

    .


     

    RICARDO não é um cidadão passense (nem a título de cidadão honorário). É mineiro, nascido na capital. Veio para Passos em 2004, exercer a função de Juiz de Direito e, de lá pra cá, das suas 21 obras escritas, nove delas foram escritas, publicadas e lançadas em Passos, pela Gráfica e Editora São Paulo.

    Além da qualidade literária de suas obras, o escritor navega e brinca por variados estilos literários. Possui obras nos gêneros: infantil (A minhoca sem nome; Puppy, o cachorrinho bondoso); infantojuvenil (Até os guarda-chuvas são iguais); crônicas (Alma, Tempo da vida, Resenhas, Talismã, Mãe para sempre, O melhor lugar do mundo); poema (Pingo d’água); poesia (Entrevero, Lumiar); humor (Memórias sentimentais de ultraje e pudor); educação ambiental (O planeta marrom); religião (O Deus que não vi, Se Deus quiser, o Deserto de cada um); autoajuda (Carpe diem) e, como não podia faltar, jurídicos (Aspectos da guarda, visita e alienação parental, A nova lei da guarda compartilhada). O lançamento do momento é outro infantojuvenil.

    Não bastasse isso, para quem não sabe, RICARDO BASTOS é o autor da letra do Hino do Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, tocado nas solenidades oficiais do Tribunal de Justiça mineiro. De quebra, é membro efetivo da Academia de Letras de Cássia.
    Também merece destaque a função social exercida pelo escritor, que visita e faz palestras em escolas, creches, inclusive APAE e presídio, distribuindo as suas obras e os seus conhecimentos, gratuitamente. 
    Eclético como é, nos prometeu dois romances, estilo que “surfa” no momento: O criado mudo e Outra vez nunca mais.
    Reconhecimentos e homenagens devem ser feitos em vida.

    Parabéns, ao poeta, escritor e magistrado RICARDO BASTOS. Continue nos prestigiando com suas belas criações.

     

    .


     

    © 2019 Foco Magazine. Todos os direitos resevados.